quarta-feira, 23 de abril de 2014

Homem embriagado é preso ao subornar policiais na Cidade de Deus

PUNIÇÃO GEOGRÁFICA: Uma verdadeira covardia praticada por alguns comandos


Ministro do STF nega liberdade a MARCO PRISCO


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski rejeitou nesta quarta-feira (23) pedido de liberdade feito pelo vereador baiano Marco Prisco, um dos líderes da greve da Polícia Militar da Bahia que ocorreu na semana passada.
Marco Prisco está preso desde 18 de abril no Complexo Penitenciário da Papuda, nos arredores de Brasília, e foi detido em prisão preventiva para "garantia da ordem pública". Segundo a decisão que determinou a prisão, Prisco foi detido em razão de ação penal à qual responde sobre a greve da PM de 2012. O juiz entendeu que o Código de Processo Penal prevê a prisão de quem possa cometer novamente o crime pelo qual responde.
Além de vereador, Prisco é diretor-geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra). A defesa de Marco Prisco argumentou que a prisão é ilegal porque a greve na Bahia já terminou.
Ao analisar o caso, o ministro Ricardo Lewandowski destacou que a prisão foi decretada porque "o paciente, líder do movimento paredista em 2012, articulava mais uma vez a deflagração de outra greve, o que poderia ocasionar graves transtornos à população, a exemplo do que ocorreu naquele ano".
Lewandowski frisou ainda que a Constituição "veda a greve de militares, uma vez que ela representa grave ameaça ao próprio regime democrático".
"A Constituição Federal vedou expressamente a greve dos policiais militares e foi silente quanto à possibilidade do direito de greve dos policiais civis. Todavia, pela semelhante razão que levou o Constituinte originário a vedar o direito de greve aos policiais militares, a jurisprudência desta Corte tem assentado que essa vedação se estende também aos policiais civis, a partir de uma interpretação sistemática do Texto Magno."

Beltrame confirma que dançarino foi atingido por tiro fatal

O secretário de Segurança do Estado, José Mariano Beltrame, confirmou na tarde de hoje, que o laudo sobre a causa da morte do dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira, conhecido como DG, informa que a vítima tinha uma perfuração de arma de fogo, que foi fatal.
Beltrame informou que pediu pressa nas investigações e não descartou a possibilidade do envolvimento dos policiais na morte de DG.
O corpo do dançarino do programa "Esquenta", foi encontrado em uma creche do Morro Pavão-Pavãozinho.
O secretário disse que considera todas as linhas de investigação, afirmando que somente com mais averiguação se poderá afirmar se o tiro partiu de armas de policiais.
"Nós não podemos antecipar juízo de valor. É hora de aguardar os laudos técnicos e ouvir testemunhas. Não quero condenar policiais preliminarmente. São várias teses e muita especulação. Quando houver indícios, eles serão submetidos ao julgamento", afirmou.

O secretário explicou como foi a ação na madrugada da terça-feira (22) no Pavão-Pavãozinho

Segundo ele, 10 policiais da UPP receberam uma denúncia anônima de que o traficante Pitbull, que estava preso e foi libertado há cerca de 4 meses, estava na quinta estação, no alto do morro. Os policiais subiram e foram surpreendidos na segunda estação por cerca de 5 a 6 homens fortemente armados, inclusive com bombas caseiras. Houve o tiroteio, mas os policiais deixaram o local.
De acordo com Beltrame, os policiais fizeram o registro da ocorrência na delegacia e voltaram na manhã de terça ao local quando encontraram o corpo do dançarino DG.


Laudo do IML indica que dançarino do PROGRAMA ESQUENTA morreu por “ferimento perfurante no pulmão”

O dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira, encontrado morto ontem (22) no Morro Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, morreu por causa de uma perfuração no pulmão, segundo apontou laudo do Instituto Médico Legal (IML).
No laudo, a causa da morte é descrita de forma sintética: “Hemorragia interna decorrente de laceração pulmonar decorrente de ferimento transfixante do tórax, ação perfuro-contundente”. O documento não detalha, no entanto, o que teria provocado o ferimento.

Repórter da Globo é hostilizado pelos manifestantes durante protesto em Copacabana

video

Policiais e bombeiros do RN encerram paralisação

 PM RN
No início da tarde desta terça-feira, 22, o procurador geral do Estado do Rio Grande do Norte, Miguel Josino, apresentou proposta do Executivo para tentar acabar com a greve dos policiais militares e bombeiros, deflagrada na manhã desta terça.
O governo garantiu que até o dia primeiro de maio enviará para Assembleia Legislativa o projeto de lei para promoção dos praças da Polícia Militar. Além disso, o Executivo também garantiu que dará encaminhamento aos outros pontos da reivindicação, como o aumento de 56,7% do subsídio.

Traficante é preso após tentativa de suborno a PMs no Complexo do Lins

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Criança rouba caminhão dos Bombeiros durante protestos em Santa Cruz

Mensagem da jornalista ROBERTA TRINDADE para os policiais


 A todos que honram as fardas que vestem.

E que as vestem com orgulho, de forma que poucos conseguem compreender, mesmo sem a garantia de serem reconhecidos e valorizados.

Que eu possa ver o dia em que esse reconhecimento e essa valorização sejam reais. E que venham não somente dos governantes, mas principalmente da sociedade.

Além de condições dignas de trabalho e remuneração compatível.

"O homem, quando em perigo, roga a Deus e clama pela Polícia.
Passado o perigo, esquece-se de Deus e amaldiçoa a Polícia."


SARGENTO É SEQUESTRADO EM SÃO GONÇALO

ROBERTA TRINDADE
Lotado no 35ºBPM, o sargento Alexandre Nascimento Braga, 40 anos, foi sequestrado na porta de casa, no bairro Itaúna, em São Gonçalo, e levado para o Complexo do Salgueiro, no final da tarde desta segunda-feira, dia 21 de abril.
O PM tinha acabado de sair de sua residência, quando se deparou com criminosos abandonando um carro roubado em sua rua. Os bandidos se assustaram e efetuaram diversos disparos contra ele, que entrou em casa para buscar a arma mas, ao lembrar que os filhos estavam no imóvel, resolveu sair e se render.
Vizinhos do PM - que até março trabalhou na Força Nacional de Segurança (FNS) - viram o crime e avisaram ao 7ºBPM, que montou operação. O sargento foi resgatado no lixão de Itaoca e levado para o Hospital Estadual Alberto Torres - mais conhecido como Hospital Geral de São Gonçalo -, no Colubandê.
Ele está sendo submetido a uma cirurgia neste momento. Com isso, chega a 83 o número de policiais baleados no Estado do Rio, somente este ano. Destes, 52 estavam de serviço. Do total, 26 morreram.
Estatística completa -> http://robertatrindade.com.br/?page_id=16244

Exército troca tiros com traficantes na Maré

Soldados do Exército que atuam na Força de Pacificação da Maré trocaram tiros com traficantes da comunidade em três ocasiões distintas entre a noite de domingo e a manhã desta segunda-feira. De acordo com informações do Exército, os soldados faziam patrulhamento de rotina quando foram atacados e responderam aos tiros. Houve ainda um quarto ataque as patrulhas já no início da manhã de hoje, mas os soldados não revidaram porque o bandido que estava numa moto usou uma criança como escudo. Ninguém foi preso ou ferido. Em outros pontos do complexo duas pessoas foram presas: uma delas tinha mandato de prisão acusada de associação ao tráfico e outra foi detida por invasão a domicílio.