domingo, 7 de fevereiro de 2016

SÃO PAULO: Página da PM posta foto de bebê com algema e cassetete e gera polêmica

A foto de uma bebê usando farda e segurando algemas e cassetete publicada nas redes sociais da Polícia Militar de São Paulo, na noite de terça-feira (2), causou polêmica nas redes sociais. 
Acompanhada da mensagem "BOA NOITE #podeconfiarpmesp", a foto foi criticada no Twitter: "se ela soubesse o que vocês fazem, choraria de medo dessa farda", "que absurdo. quem foi o irresponsável que aprovou isso? Isso é uma vergonha" e "nossa, quanta violência simbólica nessa propaganda. Só podia vir de vocês".
No Facebook, as reações foram mais brandas e boa parte dos internautas levou a imagem com humor. "A essa pode me prender kkkkk linda foto parabéns", disse um internauta. Outro alegou que muitos comentários foram apagados. "Vários comentários que não foram do agrado de vocês foram apagados", disse ele. O responsável pela página negou.
Em contato com o portal da RedeTV!, a assessoria de imprensa de Polícia Militar disse que pretende se posicionar sobre o assunto ainda nesta quinta-feira (4), mas não confirmou se, de fato, será divulgada nota sobre o caso. 
Após a polêmica, a foto foi apagada das páginas da PM nas redes sociais no início da tarde desta quinta.


Na ALERJ, e em nome da classe policial


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Beltrame pede a Pezão retorno de 2,2 mil policiais às ruas para Olimpíadas

Beltrame pediu a Pezão o retorno temporário, em caráter excepcional, de uns 2.200 policiais civis e militares que estão emprestados a outros órgãos, como a própria Secretaria de Segurança ou o TJ. É para reforçar o efetivo para os Jogos Rio-2016. 

APMERJ CONTRA O PACOTE DE MALDADES DO GOVERNO

Matéria do SBT sobre a insatisfação dos servidores Públicos do Estado do Rio de Janeiro. Não iremos recuar, exigimos respeito! Juntos somos fortes e nem um passo daremos atrás, Deus está no controle!
CB WAGNER LUÍS ( PRESIDENTE DA APMERJ )

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

A CONTA DA FARRA CHEGA AO SERVIDOR ESTADUAL

Deputado Flávio Bolsonaro
Lutaremos contra todas essas medidas covardes, que por conta da CORRUPÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, quer empurrar na marra para os nossos bolsos! A grave crise financeiramente não pode servir de justificativa para arrochar ainda mais os servidores públicos do Rio. Também não dá para exigir mais sacrifícios de quem, literalmente, já dá o sangue pelo seu ofício, ameaçando prerrogativas de policiais e bombeiros.

video

VÍDEO MOSTRA NEGOCIAÇÃO QUE DESVIOU MILHÕES DO FUNDO DE SAÚDE DA POLÍCIA MILITAR

A investigação contou com a Subsecretaria de Inteligência, o Ministério Público e a Corregedoria da PM. A gravação de uma reunião, realizada dentro do quartel-general da Polícia Militar, mostra, segundo o Ministério Público, uma discussão de valores de propina. Oficialmente, o encontro tratava da compra de um equipamento para a corporação.
FONTE: G1 

video

HOJE TEM ATO DOS SERVIDORES DO ESTADO

Se você está insatisfeito com as condições em que os servidores públicos estão sendo submetidos, vá para a ALERJ HOJE (03/02) às 15 horas e diga NÃO a qualquer retrocesso aos servidores públicos Estaduais. “A vida sem luta é um mar morto no centro do organismo universal”. Machado de Assis


Álvaro Lins exerce advocacia e defende acusado de corrupção na saúde da PM


O ex-chefe da Polícia Civil Álvaro Lins está a pleno vapor no exercício da advocacia. Ele defende acusado de corrupção na área da saúde da PM. Condenado a 28 anos de prisão na Justiça Federal por envolvimento com a máfia dos caça-níqueis, Lins recorre da decisão em liberdade.

PRESIDENTE DA APMERJ (CB WAGNER LUÍS) ENTREGA OFÍCIO NA ALERJ CONTRA O AUMENTO DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA

A proposta apresentada na  Alerj  nesta terça-feira (2), é de aumentar as alíquotas de contribuição dos servidores de 11% para 14%. Já o Estado aumentaria sua participação de 22% para 28%. Todas as aposentadorias passariam por uma revisão e os novas aposentadorias seriam analisadas com mais rigor para gerar uma maior economia.

video

NOTA DE REPÚDIO DA AME SOBRE AS DECLARAÇÕES DO GOVERNADOR

"Para cada 100 coronéis da ativa, da PM, nós temos 600 aposentados ganhando no teto. São pessoas que se aposentam com 49, 50 anos. A gente hoje tem uma longevidade maior das pessoas, que elas possam contribuir mais. Senão, o fundo corre um sério risco de um dia não poder mais pagar as suas aposentadorias", afirmou Pezão