terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Acusado de matar juíza Patrícia Acioli é condenado a 21 anos de prisão



O cabo Sérgio Costa, acusado de ter participado do assassinato da juíza Patrícia Acioli, em 2011, foi condenado a 21 anos de prisão por formação de quadrilha e homicídio triplamente qualificado. O policial militar, que foi beneficiado pela delação premiada e, por isso, foi julgado separadamente dos outros dez réus, teve pena reduzida por ter colaborado com as investigações. Com isso, a pena passou de 36 anos para 21. Durante o julgamento, o defensor público Jorge Alexandre de Castro j[a havia pedido ao corpo de jurados a redução de 2/3 da pena do réu.
— Se não fosse pelo réu, haveria apenas três pessoas respondendo por esse crime cruel. Niterói não pode ficar marcado por descaracterizar o instituto da delação premiada — afirmou o defensor.
Durante seu depoimento, o cabo da Polícia Militar Sérgio Costa Junior disse na 3ª Vara Criminal de Niterói que se sentiu injustiçado por ter tido a prisão decretada pela magistrada. Sérgio teria participado do assassinato do menor Diego Beliene. Segundo a versão do réu, no momento do crime, ele estava a quatro quilômetros do local onde o rapaz foi morto. O PM disse que, no dia 11 de agosto, quando já havia rumores de que Patrícia Acioli decretaria a prisão dos envolvidos na morte do adolescente, o grupo decidiu executar o plano de matar a magistrada.
 

Continue lendo AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário