quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

PM baleado por criminosos no Alemão morre em hospital

O cabo da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Complexo do Alemão Fábio Barbosa morreu, na madrugada desta quinta-feira, no Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio. Ele foi baleado baleado na cabeça e em um dos pés no início da madrugada desta quarta, na localidade de Areal, no Morro da Fazendinha, que integra o conjunto de favelas da Zona Norte do Rio.
Segundo policiais, Fábio fazia o patrulhamento na comunidade na companhia de outros seis PMs quando foi surpreendido por bandidos armados, que atiraram contra o grupo. Fábio foi levado em estado grave para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alemão e depois transferido para o Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha. Como não havia neurocirurgião de plantão, o PM foi levado para o hospital da corporação.

3 comentários:

  1. Um dos problemas a serem enfrentados na área de segurança pública é a DEMORA NO SOCORRO médico dos Policiais Militares baleados por criminosos, pois a rapidez no socorro é essencial e pode ser decisiva para manter a vida de uma pessoa. Os dados epidemiológicos das situações de urgência e emergência do Estado do Rio de Janeiro mostram que a Violência está entre as principais causas de morte no Brasil, sendo que em torno de 88% dos assassinatos são cometidos por armas de fogo. Os altíssimos índices de violência e criminalidade do Estado do Rio de Janeiro são comprovados pelo número de vítimas de PAF que dão entrada nas grandes emergências do Estado do Rio de Janeiro. Em suma, somos vítimas de uma guerra não declarada “oficialmente”. Não há nenhuma "pacificação"! A contabilidade dos mortos da violência urbana bate, facilmente, os números de perdas da maioria das guerras.

    ResponderExcluir
  2. Cadê os direitos humanos agora? não teriam que está dando apoio a família deste policial, engraçado que só aparecem quando morre bandido, imaginem que final de ano mais triste a família do Fabio não vai ter, só peço a Deus que conforte essa mãe e esta filha deste policial que foi morto covardemente em serviço, força que Deus está olhando por vcs!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Mais um que se vai para satisfazer a sede de poder dos governantes que expõe,os agentes a toda sorte de armadilhas, para alardear uma pacificação teatral,onde o papel de morto é sempre do policial.
    Que Deus possa confortar sua família.

    ResponderExcluir