sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Policiais civis e militares terão mudanças nas regras de avaliação de desempenho em 2013

Um decreto do governador Sérgio Cabral, publicado nesta quinta-feira, muda as regras da avaliação de desempenho dos cerca de 52 mil policiais civis e militares do estado a partir de 2013. Os resultados são verificados de acordo com a redução dos índices de criminalidade. Uma das principais alterações é que será possível receber alguma gratificação, mesmo sem bater toda a meta. Se os policiais de uma determinada região atingirem pelo menos 90% do objetivo estipulado poderão ser contemplados com o abono, desde que o estado cumpra a meta geral.
— Atualmente, pelas regras em vigor, apenas quem atinge a meta totalmente, ou seja, 100% do objetivo, ganha a bonificação — explicou o coronel Alexandre de Souza, superintendente de programas estratégicos da Secretaria estadual de Segurança.
Outra novidade é para quem superar a meta. Além do valor de R$ 3 mil pelo cumprimento do objetivo, os policiais vão ganhar um percentual relativo ao excedente, até o limite de 120%. Segundo o coronel Alexandre de Souza, essa foi a maneira encontrada para dar premiações diferentes a quem tiver o melhor desempenho.
Essa regra não valerá somente para as regiões que alcançarem os três melhores resultados no geral, que vão receber prêmios de R$ 9 mil, R$ 6 mil e R$ 4.500, respectivamente. Os dois primeiros valores também serão repassados a quem apresentar as melhores iniciativas para o combate ao crime.
Os bônus vão continuar a ser pagos a cada seis meses. No último ciclo já encerrado, relativo ao primeiro semestre deste ano, o governo do estado repassou cerca de R$ 36 milhões em gratificações de desempenho para 7.857 policiais civis e militares que atingiram as metas.

12 comentários:

  1. não quero saber dessa esmola não preciso disso e sei que tem companheiros baixados que precisam muito mais que eu e não receberão, eu quero é minha escala de 24x72 que nunca vem e eu não vejo nada nesse blog falando sobre isso será que o blogueiro ta fechado com o comando??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo com o 1º comentário! Também não quero esmola. Os PMs baixados precisam muito mais e não receberão!

      Excluir
  2. isso é putaria desse governo,por que os inativos ficarão de fora,e as pensionistas,e os bombeiros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo com voce bota putaia nisso

      Excluir
  3. Site chapa branca da merda.queremos e salario,mas nada iremos ganhar,somo desunidos.

    ResponderExcluir
  4. Eu não entendo,vocês são frouxos? Estão comedo de que?Fazem CARA FEIA quando estão fardados,aonde moram é o POLÍCIA BRABO.PRA QUE?Vocês não AJUDAM os EXCLUÍDOS,não se AJUDAM e não AJUDAM seus FAMILIARES.O QUÊ VOCÊS SÃO?????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o que não somos e juizes pra julgar ninguém como vc faz, faça a sua parte sem julgar os outros se ta insatisfeito faça como duas porta peça baixa carvalho, fui chamado para Petrobras.

      Excluir
    2. PETROBRAS É O #@$#&15 de dezembro de 2012 03:43

      EU NOTO QUE COM ESTE COMENTÁRIO,VOCÊ ME JULGOU feio.NÃO IREI PARA PETROBRAS.FICAREI e LUTAREI...EU AMO O QUE EU FAÇO...E VOCÊ?...439 DE VERDADE...

      Excluir
  5. o governador continua dando essa esmola e os colegas continua se corrompendo com 10,00 reais nas ruas. que pena que os colegas corruptos só acorda quando toma um tiro e fica alejado pedindo ajuda. acorda policial bravo!

    ResponderExcluir
  6. CONHEÇA AS PROPOSTAS PARA O NOVO ESTATUTO PENITENCIÁRIO NACIONAL DO PT.
    FONTE: BLOG DA FAMÍLIA BOLSONARO


    Jair Bolsonaro (PP-RJ) como a exemplo da proposta do Kit-gay, desta vez deflagra a criação do Estatuto Penitenciário Nacional, que tem como autor o deputado federal Domingos Dutra (PT-MA). Selecionamos alguns artigos para conhecimento do público.

    Além de todos os absurdos propostos, vale lembrar que o Estado do referido autor da matéria, que hoje tem um dos mais baixos índices de médicos por grupo de 1000 habitantes no Brasil (0,62), com a aprovação da matéria, a proporção seria de 12 vezes menos destes profissionais para atendimento à população do que nas cadeias do Brasil (7,5 médicos/1000 presos)

    Se um sabonete não for entregue ao preso e este denunciar o mau trato, o que vale será sua palavra, logo, a autoridade pegará de 3 a 6 anos de reclusão, multa e perderá o cargo que ocupa, com o suor de seus estudos e sacrifícios, pois tratam-se de pessoas concursadas.
    Analisem alguns artigos e tirem suas conclusões comparando com a situação do brasileiro honesto , pai de família e que paga seus impostos.

    PL 2230/2011 – ESTATUTO DO AGENTE PENITENCIÁRIO NACIONAL

    Autor: Dep. Domingos Dutra – PT-MA

    DOS DIREITOS DOS PRESOS

    Art. 8 – Alimentação preparada por nutricionistas.

    Art. 13 – Alojamento individual. Vedado celas metálicas.

    Art. 24 – A liberdade de contratar médico de sua confiança pessoal.

    Art. 26 – Exame preventivo anual de câncer ginecológico para as mulheres com mais de 35 anos.

    Art. 57 – Visita íntima do cônjuge, companheiro ou pessoa designada pelo preso.

    Art. 68 – A não divulgação de sua fotografia ou imagem.

    Art. 72 – Para cada grupo de 400 presos será obrigatório:

    - 5 médicos, sendo 1 psiquiatra e um oftalmologista:

    - 3 enfermeiros:

    - 6 auxiliares de enfermagem:

    - 3 odontológicos:

    - 6 técnicos em higiene dental:

    - 3 psicólogos:

    - 3 assistentes sociais:

    - 3 nutricionistas:

    - 12 professores:

    - 24 instrutores técnicos profissionalizantes.
    Art. 88 – Salão de beleza para presas.

    Art. 99 – Indenização por acidente de trabalho e doenças profissionais.

    Art. 104 – Assegurado todos os direitos políticos aos que não tenham sentença transitada e julgado.
    DOS CRIMES CONTRA OS PRESOS
    Art.105 – Deixar o agente penitenciário de fornecer ao preso, entre outros, xampu, creme hidratante, condicionador, sabonete.

    - Pena: 3 a 6 anos de reclusão, multa e perda do cargo.

    Art. 108 - Manter o preso em delegacia de policia civil, federal ou superintendência da PF, após lavratura do flagrante.

    - Pena: 3 a 6 anos de reclusão, multa e perda de cargo.

    Art. 113 – Alojar o preso além da capacidade máxima do estabelecimento.

    - Pena: 3 a 6 anos de reclusão, multa e perda do cargo.

    Art. 117 - É instituído o dia 25 de junho como o DIA NACIONAL DO ENCARCERADO.


    ResponderExcluir
  7. Só o caos nos livrará...

    ResponderExcluir
  8. Thank you for another informative blog. The place else could I am getting that type
    of info written in such a perfect way? I have a project that I'm simply
    now working on, and I've been on the look out for such info.


    Here is my web-site - Check This Out

    ResponderExcluir