sexta-feira, 22 de março de 2013

DF: Câmara aprova aumento para PM's, bombeiros e policiais civis

O deputado federal Luiz Pitiman comemorou nesta quinta-feira (21) a aprovação do Projeto de Lei que aumenta os salários dos policiais militares, bombeiros e policiais civis do Distrito Federal. Segundo ele, trata-se de um projeto do executivo que reajusta o valor recebido por estes profissionais em 15,5% em no máximo três anos. Pitiman acredita que o valor é baixo, mas garante: “era isso ou nada”. Leia a entrevista concedida com exclusividade à Coluna:

O executivo enviou ao Congresso um projeto justo?
Todos os funcionários públicos da União já tinham recebido aumento em janeiro, menos os nossos. Além disso, o aumento veio depois de outros territórios, que também foram aumentados em janeiro. Tudo isso porque o executivo, que é o responsável por aumentos, demorou para mandar o projeto para a Câmara – só mandaram no dia 20 de dezembro, depois que os trabalhos foram fechados. O Executivo deveria ter mandado em formato de Medida Provisória e não de Projeto de Lei. Da forma como foi feito, levou a gente a ter um trabalho extra porque nós tivemos que conseguir com todos os lideres uma medida de urgência.

As associações têm demonstrado insatisfação com o valor do aumento. Era possível conseguir mais?
Quem aumenta salário é só o executivo, que já mandou o projeto com esse aumento determinado. Nós entendemos que está errado porque faz 6 anos que eles não recebem aumento e, esse aumento, de 15,5% é dividido para os próximos três anos. Então, é um aumento para 9 anos. Nós, parlamentares, não podemos inserir emendas para aumentar o valor. Era aprovar os 15 ou rejeitar a matéria, o que atrasaria ainda mais, seria outra confusão. Mas, entendemos que associações estão corretas quando pedem que o executivo tenha uma flexibilidade maior porque é impossível agir com a perda salarial e, por isso, a nossa polícia acaba deixando de ser a mais bem preparada, bem paga e motivada do país – falta meritocracia, o reconhecimento do patrão com o seu funcionário.

Os cargos que foram criados por meio do projeto para a Polícia Civil serão suficientes?
Nós entendemos que esse número, 3.029 cargos, servirá somente para repor as aposentadorias e, principalmente, as vacâncias deixadas pelos vários policiais que passaram em outros concursos. Estão apenas repondo, é preciso ainda olhar a Polícia Civil com tratamento diferenciado porque senão, ela deixará muito rapidamente de ser a melhor polícia do Brasil.

PM's de outros estados, que recebem menos, podem ficar insatisfeitos com o projeto aprovado?
Se nós não conseguirmos dar para os nossos em nove anos nem a reposição da inflação, como vai causar insatisfação aos outros? São seis anos sem aumento, mais 15,5% em mais três. Veja o preço do feijão o quanto subiu, o preço do colégio do filho do policial. Não podemos ter uma polícia sem dar reconhecimento a ela.

2 comentários:

  1. O percentual seria baixo para um reajuste no RIO DE JANEIRO. Para policiais militares, bombeiros e policiais civis do Distrito Federal é até muito, pois os salários em Brasília estão bem acima do restante do país. PM's de outros estados, que recebem menos, podem até ficar insatisfeitos com o projeto aprovado.

    O Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as necessidades vitais básicas. Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Fevereiro de 2013 foi estimado em R$ 2.743,69 (dois mil, setecentos e quarenta e três reais e sessenta e nove centavos). Para alcançar este piso, seria necessário 32,083% de reposição salarial, pois o vencimento bruto do Soldado PM/BM no RJ atualmente é de apenas R$ 2.077,25 (a diferença é de R$ 666,44).

    Fonte: http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    Já para igualar o SOLDO do SOLDADO ao SALÁRIO MÍNIMO vigente, seria necessário conceder apenas 32,19% de reajuste salarial.

    SOLDO do SOLDADO: R$ 512,90

    SALÁRIO MÍNIMO: R$ 678,00

    DIFERENÇA: 32,19%

    É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer!

    Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população (Bombeiros e Policiais Militares)???

    ResponderExcluir
  2. Incrivel os policiais militares estão se expondo de uma maneira horrorosa ,tomando pedrada se ficar de licença perde a tal das gratificações e ninguem faz nada ,sou viuva de um policial militar salario de vergonha tenho que trabalhar dobrado para criar meus filho digam não as gratificaçõees e revendique aumento real pois a familia de um policial morto não tem reconhecimento e nem ajuda A farda faz com que os policiais esqueça o que tem de mais importate que e a familia não consegue imaginar como fica os filhos depois que eles se acidenta ou morre pois não existe ajuda para essas pessoas que sobrevivem em total abandono MUDA BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir