quarta-feira, 20 de março de 2013

PM acha casa onde havia apreensões da Polícia Civil

Uma mega-apreensão de produtos piratas feita quinta-feira no Jardim América, Zona Norte, intrigou policiais militares do Batalhão de Choque. Na casa, havia mais de 220 mil mídias falsificadas, além de 800 gravadores, impressoras e computadores.

Mas o que impressionou os agentes não foi o volume do material, e sim o fato de que boa parte dos CDs e DVDs já teria sido apreendido antes por diversas delegacias, inclusive a de Repressão a Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIm), responsável pela investigação e combate à pirataria.

A Corregedoria da Polícia Civil abriu investigação para apurar o motivo de o material estar no local, já que a denúncia anônima dizia tratar-se de suposto depósito clandestino.

 Em alguns malotes, havia registros e autos de apreensões feitos por mais de 20 delegacias, desde 2010. Outra dúvida da Corregedoria: se o local servia como depósito da polícia para produtos apreendidos, por que havia equipamentos produzindo cópias no momento da chegada dos PMs?

Preso por corrupção ativa

O material foi recolhido e a casa, interditada. Um caminhão e um microônibus da PM transportaram toda a apreensão para a 38ª DP (Irajá), que fez nesta terça-feira o registro inicial do caso, depois de perícia no material. À tarde, agentes da Corregedoria estiveram na unidade e assumiram a investigação.

 Quatro pessoas e uma adolescente que estavam no imóvel foram levados à delegacia para prestar esclarecimentos. Antes, porém, três deles se esconderam dentro da caixa d’água da casa de dois andares, para tentar escapar do cerco.

Edson Castro de Araújo foi preso em flagrante durante a operação, por corrupção ativa. Segundo militares, ele ofereceu R$ 30 mil para que a apreensão não fosse feita e ainda teria se apresentado como suposto advogado do dono do imóvel. O proprietário, já identificado, também será ouvido pela polícia.

6 comentários:

  1. É claro que tem PCs envolvidos nessa pirataria,as "apreensões"que eles fazem são falsas é só pra enganar "a chefe"e dizer que estão trabalhando quando na verdade estão só fazendo jogo de cena:Recolhe aqui e distribui ali...e depois querem se achar melhores que os PMs.

    ResponderExcluir
  2. Quando a Chefe da Policia vem a TV para dizer que a POLICIA MILITAR usurpou as funções da policia civil dá para ver que esta mesma chefe não conhece usa própria corporação. Nesta apreensão, prova-se que a policia civil não trabalha como deveria trabalhar. Ou seja, investigar e levar os responsáveis as barras da Justiça.
    Parabéns, A GLORIOSA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO por existir!

    ResponderExcluir
  3. logo logo esse material estará de volta na pista.

    certa vez o mesmo choque apreendeu cocaína pura na favela do sabão , em frente ao 12 bpm. depois da apreensão os PPMM voltaram para o PTR onde ficaram sabendo que o material apreendido já estava de volta na comunidade.

    fazer oq ... a PMERJ enxugando gelo e a PCERJ enchendo o bolso ...

    ISSO É MAIS VELHO QUE ANDAR PRA FRENTE

    ResponderExcluir
  4. o que aconteceu não é só a pmerj que faz merda,eles da pcerj não adoram jogar pedra na pmerj,dando uma de bom moço.Nas duas corporações existem bons e maus profissionais,porém infelizmente a pcerj gosta de menosprezar a pmerj e com isso quem perde são os profissionais da segurança pública.

    ResponderExcluir
  5. Nossa!!! Que lindo trabalho dos PM's. Fizeram uma linda apreenssão, mas peraí reprimir contrabando não é função da PF???
    A PMERj é a instituição mais completa pois realiza o serviço de todas as outras instituições, do jeito que está, está bom demais.

    Obs: Vejam como ficou boa a foto do chapa de caminhão batendo a carga.

    ResponderExcluir
  6. Sou PM e vejo que a diferença entre a PMERJ e PCERJ é a seguinte, dificilmente, apos esse fato, a senhora Marta rocha vai a público esculachar sua corporação, o Sr Beltrame, nao vai dar uma entrevista "irado" dizendo que a corregedoria de policia civil vai inverstigar a fundo os desvios de condutas de seus policiais, resumindo, a PCERJ não denigri sua própria imagem, diferentemente da gente, que qualquer desvio de conduta, por mais bobo que seja, aparecem na TV, Beltrame, Sergio Cabral, CMT Geral, e até mesmo, como aconteceu semana passada, a chefe da policia civil, Marta Rocha, esculachando a CORPORAÇÃO e seus integrantes. É uma vergonha o que fazem com nossa gloriosa PMERJ. Se "eles" (PCERJ) dizem que nós usurpamos funçoes, PQ existem o CORE e outros departamentos que fazem o nosso trabalho tbm. Infelizmente isso não vai pra mídia pq não temos uma pessoa que briga pela nossa instituiçao, pelo nosso nome e nossa honra, são td "pau mandado".

    ResponderExcluir