quarta-feira, 27 de março de 2013

PMs do Alemão transferidos após ameaça de traficantes

 

Recado de bandidos foi pichado em muros da comunidade citando até nomes dos alvos

Dois policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro do Alemão foram transferidos após serem ameaçados de morte por traficantes da região, relataram colegas deles ao DIA ontem. Frases com erros de ortografia — ‘Vae morre Andre Martins’ e ‘Vae morre, Cigano (identificado por colegas como Douglas)’ — estão pichadas em muros da favela e ilustram a violência que voltou a tomar conta da comunidade.

“Há pelo menos dois anos não passava uma noite em claro”, lamentou mulher, que vive há 22 anos perto da Pedra do Sapo, onde contêiner da UPP virou alvo de disparos ontem pelo segundo dia seguido. Bandidos também estariam atacando veículos particulares de PMs da UPP. Segundo denúncia de um militar, na segunda-feira um policial teve o veículo depredado no Alemão. No fim de semana, o carro de outro PM pegou fogo, com a explosão de granada.

“Poderiam, pelo menos, colocar aqui cabine blindada. Estamos abandonados, ao lado de uma lixeira, com vazamento de esgoto na porta e alvo de tiros”, reclamou um PM. Segundo colegas dele, o local deixou de ser atacadista de drogas, mas hoje o movimento funciona no esquema de varejo. “Bandidos passam rádio para a gente pedindo: ‘Deixa a gente trabalhar, chefia’. Eu respondo sempre: ‘Trabalha aí, mas, se eu pegar, está preso’”, relatou um PM.

O Comando de Polícia Pacificadora (CPP) confirmou a transferência do soldado Douglas Marques para o 41º BPM (Irajá). Ainda segundo o CPP, o policial André Martins pertence ao efetivo da UPP Alemão e informou que não planeja colocar cabine blindada no Alemão, pois isso ‘contrariaria a lógica das UPPs, que é de polícia comunitária’. 

5 comentários:

  1. para que serve a CI , central de inteligência da pmerj que não pega esses ratos dentro da toca deles.. isso é uma vergonha ameaçam o policial e eles o transferem... !!!

    ResponderExcluir
  2. Na verdade o erro começou após deixarem de revistar carros, mochilas e baús de motos após a varredura ao tomar o alemão. O pente fino deveria ser feito manhã, tarde, noite e madrugada. Em todas as saídas e entradas da comunidade. Sem descanso. E também patrulhamento a pé 24 horas. Não sei se é por falta de efetivo ou outra coisa, só sei que desta forma (pente fino diariamente) naqueles que saem para trabalhar a pé ou de carro deveriam sofrer revista sem exceção. Se entra droga, armas e munição é porque os militarem pecaram no quesito pente fino. Ou seja acochambraram. Não entendeu o que é acochambrar? Coloque no google ou vá servir o exército.

    ResponderExcluir
  3. Deveriam intensificar as OPERAÇÕES POLICIAIS NO ALEMÃO, uma área que está muito longe de ser "pacificada"!

    O Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as necessidades vitais básicas. Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Fevereiro de 2013 foi estimado em R$ 2.743,69 (dois mil, setecentos e quarenta e três reais e sessenta e nove centavos). Para alcançar este piso, seria necessário 32,083% de reposição salarial, pois o vencimento bruto do Soldado PM/BM no RJ atualmente é de apenas R$ 2.077,25 (a diferença é de R$ 666,44).

    Fonte: http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    Já para igualar o SOLDO do SOLDADO ao SALÁRIO MÍNIMO vigente, seria necessário conceder apenas 32,19% de reajuste salarial.

    SOLDO do SOLDADO: R$ 512,90

    SALÁRIO MÍNIMO: R$ 678,00

    DIFERENÇA: 32,19%

    É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer!

    Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população (Bombeiros e Policiais Militares)???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que sua publicação tem a ver com o contexto? Vá se tratar sua íngua.

      Excluir
    2. kamarada não adianta colocar essas informações sobre quanto o policial tem que ganhar, eles já sabem, então ou o policial arruma outro jeito de completar sua merenda, não me importa como, ou ele aceita. Fazer greve não adianta, tem um montão de medrozo. Então filhão assimila a conseguir uma inteligencia ampla se torna critico de todas as opiniões e não submisso, e parte para outra. No papo e na conversinha não consiguiremos nada a curto prazo... olha ao seu redor e veja como é facil arrumar um dimdim....

      Excluir