quarta-feira, 20 de março de 2013

Polícia à procura de suspeitos de matar filhos de policiais em Niterói

Agentes do Serviço Reservado (P-2) do 12° BPM (Niterói) e policiais da 75ª DP (Rio do Ouro) estão reunindo pistas para chegar aos suspeitos que teriam assassinado no último fim de semana Ronaldo Farias Soares Magalhães, de 19 anos, e seu primo Vagner Soares Barroso, de 34. As vítimas eram filhos de policiais.
Segundo a polícia, os dois foram mortos a tiros e seus corpos tinham marcas de torturas ao serem sequestrados no Morro do Serrão, no Cubango, de onde foram levados a força por dois homens suspeitos armados com pistolas. As vítimas tinham familiares na comunidade, completou a polícia.
Os corpos foram deixados em um carro no bairro de Maria Paula, divisa de Niterói e São Gonçalo. As vítimas estavam com mãos amarradas com cordas, acrescentou a polícia, que revelou também que Vagner tinha passagem pela por tráfico e teria cumprido pena após condenado.
Queima de arquivo- O homem mais jovem, Ronaldo, era estudante e teria sido levado pelos criminosos como queima de arquivo. Os pais das vítimas são policiais, um deles lotado no Batalhão da Polícia Militar de Niterói e outro da Civil, mas já falecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário