sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Black Bloc planeja endurecer manifestações no Rio



 A principal orientação dos mascarados é para que os manifestantes não permitam a revista e chamem o grupo inteiro para evitar a abordagem policial. Assim, pretendem dificultar a apreensão de bombas caseiras, o porte de pedras e coquetéis molotov. “Grite ‘revista’! Queremos ver a polícia prender 50, 100, 300 pessoas de uma só vez. Isso não vai ser exclusividade do BB (Black Bloc). Outros grupos de esquerda também estão seguindo essa orientação de NÃO às revistas”, diz um comunicado postado na terça-feira.

Na mesma publicação, o grupo recomenda que seus integrantes mantenham-se unidos no protesto. O objetivo é formar um grupo compacto para dificultar a penetração de policiais – que podem identificar suspeitos de agressões. Desde a manifestação do dia 25 de junho, no Leblon, policiais fardados e identificados andam entre os manifestantes. “O bloco deve ser unido, sem policiais no meio. Se perceberem qualquer tipo de inserção no nosso meio, pare e chame o grupo para reagrupar”, determina o black bloc no Facebook.

Polícia Militar – A estratégia do Black Bloc traz problemas para a polícia. Um dos objetivos da tropa, liderada pelo tenente coronel Mauro Andrade, do Grupamento de Policiamento de Proximidade e Multidões, é identificar pessoas com materiais perigosos, como coquetéis, pedras, facas, fogos de artifício e estilingues usados para lançar pedras e bombas caseiras contra a polícia.

LEIA A REPORTAGEM COMPLETA:

5 comentários:

  1. Estamos perdendo as rédeas e eles os manifestantes estão percebendo isso e por isso que estão fazendo a polícia de gato e sapato, isso vai acabar em tragédia.

    Sgt Anderson

    ResponderExcluir
  2. ISSO É CULPA DA OAB, DA IMPRENSA E DOS DEFENSORES DOS DIREITOS "HUMANOS", QUE NA VERDADE O QUE REALMENTE INTERESSA A ELES, E QUE O CAUS SEJA LITERALMENTE IMPLANTADO EM TODA A NAÇÃO. JÁ PASSOU DA HORA DAS FORÇAS ARMADAS DAREM O DEVIDO APOIO AS FORÇAS DE SEGURANÇA DOS ESTADOS, POIS MANTER EXÉRCITO, MARINHA E AERONÁUTICA DENTRO DOS QUARTÉIS FAZENDO FAXINA ENQUANTO O CIRCO PEGA FOGO AQUI FORA, ISSO DEMONSTRA QUE QUEREM MAIS QUE O PIOR ACONTEÇA MESMO, E TENDO A PMERJ COMO SENDO MAIS UMA VEZ A GENI DA HISTÓRIA. A PMERJ A MUITOS ANOS VEM ENXUGANDO GELO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, POIS FILHO FEIO NINGUÉM QUER!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! As Forças Armadas já deveriam estar nas ruas há tempo! Aliás, bom seria se houvesse mudanças na Constituição e inserissem as Forças Armadas no policiamento das ruas. Os militares estariam realmente trabalhando ao invés de ficar limpando quartéis ou capinando.

      Nossos militares nada fazem. Nossas Forças estão sucateadas e, convenhamos, o Brasil não tem a mínima condição de participar de uma guerra. E ninguém quer participar de uma guerra. Principalmente os brasileiros, onde o país não dá orgulho de 'morrer pelo país'. O pai de família morre pela esposa e filhos. Mas por causa de "treta" entre engravatados? Nem os engravatados querem uma guerra. Vide o caso da Petrobras na Bolívia. A guerra é o último recurso.

      Excluir
  3. A Segurança Pública não é prioridade no Rio de Janeiro, pois o ESTADO não investe em seus profissionais. O Policial Militar do Rio de Janeiro não tem um salário digno! É preciso PRESERVAR o PODER AQUISITIVO do PM do Rio, reajustando os soldos da Corporação e evitando que fiquem abaixo do MÍNIMO! O salário do PM do Rio continuará sendo o pior do país?

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Segundo o DIEESE, o SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO referente ao mês de Abril de 2013 foi estimado em R$2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos). O referido piso tem o objetivo de atender ao artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS. O vencimento bruto do soldado PM/BM no RJ está R$815,22 abaixo do supracitado valor, é de apenas R$2.077,25 (dois mil e setenta e sete reais e vinte e cinco centavos).

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro paga um SOLDO INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO vigente (R$ 678,00) aos CABOS E SOLDADOS da PMERJ e do CBMERJ. Sérgio Cabral precisa conceder apenas 39,25% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o ARTIGO 7º, INCISO IV, DA CARTA MAGNA. "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." O SD PM RG 100.000 EVERSON INCORPOROU no dia 06 de Agosto de 2013 e ganhará muito menos do que precisa, infelizmente! Espero que ele seja honesto e honre a farda que estiver vestindo, pois ganhar mal não é motivo para cometer desvios de conduta, ou seja, se envolver em atos que possam denegrir a imagem da corporação.

    Não ao salário de fome! Por um salário mínimo vital de R$ 2.892,47 para o soldado da PMERJ e do CBMERJ. A tropa quer apenas o básico!

    ResponderExcluir
  4. Tbm ,com uma terrorista na Presidência da República. Esses comunistas de bosta querem transformar o Brasil numa China,Rússia,Cuba,Coreia do Norte etc...já que gostam tanto do comunismo, se mudem pra um desses países de merda, vai pra lá ver o """quanto é bom"""". Bando de maconheiros fdps ,cheio de traficantes infiltrados. Viram na Inglaterra???? Lá a porrada vem de cima,não tem mídia,não tem nada.

    ResponderExcluir