sexta-feira, 23 de agosto de 2013

PM é morto a tiros em São João de Meriti

Soldado da policial militar foi morto a tiros, por volta das 5h desta sexta-feira (23), em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O assassinato aconteceu na avenida Fluminense, na Vila Rosali.
Leonardo Cavalcante Costa, de 28 anos, atuava no BPVE (Batalhão de Vias Especiais), segundo o setor de relações públicas da Polícia Militar. Ele não estava em serviço na hora do crime. Segundo testemunhas, ele havia acabado de deixar a boate com três mulheres quando foi abordado. O carro em que ele estava foi fechado por um veículo com quatro homens. Dois deles desceram com fuzis e dispararam contra o carro do policial, segundo testemunhas. Os homens fugiram levando a pistola do PM. A polícia recolheu imagens de câmeras de segurança a fim de tentar identificar os suspeitos. Testemunhas são ouvidas pela polícia. 


4 comentários:

  1. QUANTO DEVERIA GANHAR POR MÊS UM PRAÇA DA PMERJ OU DO CBMERJ:

    SUBTENENTE ----------------------------- R$ 12.876,39
    PRIMEIRO-SARGENTO ---------------- R$ 11.203,84
    SEGUNDO-SARGENTO ----------------- R$ 9.531,28
    TERCEIRO-SARGENTO ----------------- R$ 7.858,72
    CABO ------------------------------------------ R$ 6.186,16
    SOLDADO ------------------------------------ R$ 4.513,61

    OBS: OS SUPRACITADOS VALORES SÃO PAGOS AOS INTEGRANTES DA PMDF E DO CBMDF.


    PEC 300/2008

    A Segurança Pública não é prioridade no Rio de Janeiro, pois o ESTADO não investe em seus profissionais. O Policial Militar do Rio de Janeiro não tem um salário digno! É preciso PRESERVAR O PODER AQUISITIVO do PM do Rio, REAJUSTANDO significativamente os SOLDOS da Corporação. O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Para onde vai o dinheiro público? "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." Não ao salário de fome!


    DESRESPEITO À CARTA MAGNA

    O vencimento bruto do soldado PM/BM no RJ é de apenas R$ 2.077,25 (dois mil e setenta e sete reais e vinte e cinco centavos). O valor está R$ 815,22 abaixo do SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO, que foi estimado pelo DIEESE em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos) e visa suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988. Sérgio Cabral precisa conceder somente 39,25% de reajuste salarial para cumprir o referido dispositivo constitucional.

    ResponderExcluir
  2. averigua melhor a morte desse policial Leonardo de SJMeriti, pois nao foi assalto vieram so pra matar ele pois tinha uma rixa com ele tds no bairro sabe quem foi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geral sabe quem era os caras que estavam no carro mesmo. corre atrás pq no bairro geral sabe.

      Excluir
  3. o vagabundo mata e nada se faz....ainda vem a porra do recursos humanos devende lo...e a familia do policial quem vai consolar...quem devende vagabundo vagabundo é...tem que matar essas porra tudo...(aqui vai o meu desabavo pela morte do meu eterno primo... leo voce é mais uma estrela que vai brilhar.... saudades eternas........

    ResponderExcluir