quinta-feira, 22 de agosto de 2013

PM Eliézio Figueiredo morto em ataque de abelhas na favela do Salgueiro levou tiro na cabeça

O primeiro sargento do 7º BPM (Alcântara) Eliézio Figueiredo, morto durante um ataque de abelhas numa operação na Favela do Salgueiro, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, tinha uma marca de tiro do lado direito da cabeça, além de diversas picadas. A informação é do delegado Leonardo Macharet, da 73ª DP (Neves), que investiga o caso. O corpo do sargento está no Instituto Médico-Legal (IML) e o laudo da necropsia deve sair em 30 dias.
Dois policiais que estavam com Eliézio são aguardados para prestar depoimento. Eles também foram picados pelas abelhas e foram atendidos no Hospital Central da PM, no Estácio, região central do Rio.
O delegado conseguiu refazer o trajeto da equipe do 7º BPM no Favela do Salgueiro. Os PMs chegaram ao local por volta das 16h. Um grupo entrou pela Estrada das Palmeiras e lá trocou tiros com bandidos que fugiram em direção ao mangue, onde estavam o sargento e os outros PMs.
Resgate impossibilitado
Em nota, a PM informou que o ataque violento das abelhas impossibilitou que o sargento fosse salvo.
Leia a íntegra do informe:
“Policiais militares do 7º BPM realizavam uma operação na Comunidade do Salgueiro, na localidade conhecida como Conjunto da Marinha, em São Gonçalo, por volta das 16h desta quarta-feira (21/08), quando se depararam com um enxame de abelhas. Três policiais foram atacados pelos insetos, dois deles conseguiram deixar rapidamente o local. O ataque foi tão violento que impossibilitou a equipe de salvar o terceiro policial. O 1º sargento Eliézio Figueiredo, que estava até então desaparecido, foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (22/08) próximo ao Manguezal. Ele foi gravemente picado pelas abelhas e não resistiu. Os outros dois foram atendidos no HCPM e liberados. Na operação dois criminosos morreram e dois fuzis calibre 556 e AR15 foram apreendidos, além de material entorpecente que foi encaminhado para a 73ª DP.”

Um comentário:

  1. QUANTO DEVERIA GANHAR POR MÊS UM PRAÇA DA PMERJ OU DO CBMERJ:

    SUBTENENTE ----------------------------- R$ 12.876,39
    PRIMEIRO-SARGENTO ---------------- R$ 11.203,84
    SEGUNDO-SARGENTO ----------------- R$ 9.531,28
    TERCEIRO-SARGENTO ----------------- R$ 7.858,72
    CABO ------------------------------------------ R$ 6.186,16
    SOLDADO ------------------------------------ R$ 4.513,61

    OBS: OS SUPRACITADOS VALORES SÃO PAGOS AOS INTEGRANTES DA PMDF E DO CBMDF.


    PEC 300/2008

    A Segurança Pública não é prioridade no Rio de Janeiro, pois o ESTADO não investe em seus profissionais. O Policial Militar do Rio de Janeiro não tem um salário digno! É preciso PRESERVAR O PODER AQUISITIVO do PM do Rio, REAJUSTANDO significativamente os SOLDOS da Corporação. O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Para onde vai o dinheiro público? "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." Não ao salário de fome!


    DESRESPEITO À CARTA MAGNA

    O vencimento bruto do soldado PM/BM no RJ é de apenas R$ 2.077,25 (dois mil e setenta e sete reais e vinte e cinco centavos). O valor está R$ 815,22 abaixo do SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO, que foi estimado pelo DIEESE em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos) e visa suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988. Sérgio Cabral precisa conceder somente 39,25% de reajuste salarial para cumprir o referido dispositivo constitucional.

    ResponderExcluir