sexta-feira, 23 de agosto de 2013

PM é morto ao reagir a assalto próximo a estação de Sampaio

Lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Turano, o soldado Jonas Brito, 24 anos, morreu após reagir a um assalto no Méier, na Zona Norte do Rio. O PM estava na Rua 24 de maio quando foi abordado pelos criminosos e acabou baleado. Uma ambulância chegou a ser acionada, mas ele não resistiu aos ferimentos.

Em seis dias, cinco policiais mortos e três baleados.

Estatística completa -> http://robertatrindade.com.br/?page_id=8951

3 comentários:

  1. QUANTO DEVERIA GANHAR POR MÊS UM PRAÇA DA PMERJ OU DO CBMERJ:

    SUBTENENTE ----------------------------- R$ 12.876,39
    PRIMEIRO-SARGENTO ---------------- R$ 11.203,84
    SEGUNDO-SARGENTO ----------------- R$ 9.531,28
    TERCEIRO-SARGENTO ----------------- R$ 7.858,72
    CABO ------------------------------------------ R$ 6.186,16
    SOLDADO ------------------------------------ R$ 4.513,61

    OBS: OS SUPRACITADOS VALORES SÃO PAGOS AOS INTEGRANTES DA PMDF E DO CBMDF.


    PEC 300/2008

    A Segurança Pública não é prioridade no Rio de Janeiro, pois o ESTADO não investe em seus profissionais. O Policial Militar do Rio de Janeiro não tem um salário digno! É preciso PRESERVAR O PODER AQUISITIVO do PM do Rio, REAJUSTANDO significativamente os SOLDOS da Corporação. O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Para onde vai o dinheiro público? "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." Não ao salário de fome!


    DESRESPEITO À CARTA MAGNA

    O vencimento bruto do soldado PM/BM no RJ é de apenas R$ 2.077,25 (dois mil e setenta e sete reais e vinte e cinco centavos). O valor está R$ 815,22 abaixo do SALÁRIO MÍNIMO NECESSÁRIO, que foi estimado pelo DIEESE em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos) e visa suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988. Sérgio Cabral precisa conceder somente 39,25% de reajuste salarial para cumprir o referido dispositivo constitucional.

    ResponderExcluir
  2. Se vocês não sabem, vocês ja ganham o salário só que 90% do que vocês ganham vão para os bolsos dos políticos. Quem administra a folha de pagamento é uma instituição onde ficam todos os bancos de dados de cada funcionário público. O acordo feito entre a empresa que administra gera um novo relatório para com valores acima. A folha de pagamento de cada funcionário é uma coisa e o relatório que é passado para o governo tem um acréscimo de quase 90%. Tudo que envolve militar tem estes esquemas podres. Funciona assim também nas forças armadas. Os valores das compras dos uniformes, alimentações são subfaturados e até hoje o governo finge que não sabe de nada. Beijao. Estou escrevendo esta mensagem usando uma rede wireless aberta nem eu sei quem é o dono. Para proteção minha prefiro escrever em anonimo.

    ResponderExcluir