quarta-feira, 9 de outubro de 2013

ALERJ INSTALA COMISSÃO PARA DISCUTIR REGULAMENTO DISCIPLINAR DA PM

SITE ALERJ

A Comissão Especial criada na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para discutir novos regulamentos disciplinares para a Polícia Militar (PM) e o Corpo de Bombeiros, instalada na manhã desta quarta-feira (09/10) e presidida pelo deputado Flávio Bolsonaro (PP), terá como ponto principal ouvir entidades de classe e associações ligadas às duas corporações, para discutir o tema. Logo na primeira reunião, que será realizada no dia 17 de outubro, às 11h, será debatida a aplicabilidade do regulamento atual aos policiais reformados e militares da reserva. “Vamos tratar de paradigmas que precisam ser quebrados na PM. Inclusive alguns já estão consagrados na jurisprudência, mas não na legislação correcional dos militares estaduais. É o caso da não aplicabilidade dos regulamentos disciplinares aos reformados, que podem perder o direito da aposentadoria em função de um desvio disciplinar ou de um crime”, explicou Bolsonaro. O presidente da Alerj, deputado Paulo Melo (PMDB), esteve presente na reunião e afirmou seu apoio à comissão, dizendo que irá levar ao governador Sérgio Cabral as sugestões que forem estabelecidas. Além disso, o deputado ressaltou a importância de se debater o tema na Casa, que “tem a função de ser mediadora de conflitos”. “A conduta do policial deve servir como exemplo na conduta ética, no comportamento do dia a dia”, disse Melo. A comissão tem como vice-presidente o deputado Wagner Montes (PSD) e como relator o deputado Iranildo Campos (PSD), além dos deputados Coronel Jairo (PSC) e Bernardo Rossi (PMDB) como membros e do deputado Altineu Cortes (PR), como suplente.

6 comentários:

  1. Sem PM, não há democracia.

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a segunda maior arrecadação de impostos do Brasil, poderia pagar muito melhor os Bombeiros e Policiais Militares. Não está sendo respeitado nem o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, que visa suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS. Segundo o DIEESE, o Salário Mínimo Necessário referente ao mês de Abril de 2013 foi estimado em R$ 2.892,47 (dois mil, oitocentos e noventa e dois reais e quarenta e sete centavos). O vencimento bruto do soldado PM/BM no RJ está R$ 815,22 abaixo do referido piso, é de apenas R$ 2.077,25 (dois mil e setenta e sete reais e vinte e cinco centavos). É fácil dar DIGNIDADE à tropa, basta querer! A vida de Militar Estadual é complicada (o risco é grande e o salário é insuficiente).

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    O Governo do Estado do Rio de Janeiro precisa conceder apenas 39,25% de reajuste salarial para a PMERJ e o CBMERJ para cumprir o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, ou seja, para suprir as necessidades vitais básicas dos Militares Estaduais (pagar o Salário Mínimo Necessário aos soldados PM/BM). É preciso oferecer o MÍNIMO DE DIGNIDADE aos integrantes da PMERJ e do CBMERJ. Como vamos sediar a COPA DO MUNDO de 2014 e os JOGOS OLÍMPICOS de 2016 se não conseguimos nem pagar um SALÁRIO DIGNO aos funcionários públicos que prestam SERVIÇOS ESSENCIAIS à população fluminense (Bombeiros e Policiais Militares)? Pagar um SOLDO INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO vigente aos CABOS E SOLDADOS é o fim da picada!

    OBS: DINHEIRO PARA PAGAR BEM O GOVERNO DO ESTADO TEM!

    ResponderExcluir
  2. Sugestão de reportagem: Anonymous vaza dados de PM que posou com cassetete quebrado em foto.

    O grupo postou: “Para toda ação, existe uma reação igual ou contrária, portanto ‘Foi mal coxinha’, seus dados foram expostos.”

    Fonte: http://oglobo.globo.com/rio/anonymous-vaza-dados-de-pm-que-posou-com-cassetete-quebrado-em-foto-10312269#ixzz2hFsMOwzp

    ResponderExcluir
  3. Existe algum tipo de debate concreto, para melhorar a Segurança dos Policiais e dos nossos familiares, que tem sido alvo constante dos inimigos lei.
    Att,
    Sgt Christiano
    css71@bol.col.br

    ResponderExcluir
  4. Temos que ter representantes que cobra um lei regulamentando nossa escala de serviço. É a única instituição estadual que trabalha 24x48.Se for por falta de efetivo como sempre é colocado, os médicos, juízes professores, delegados, policiais civis etc etc tem que trabalharem mais, porque ta td ruim....

    ResponderExcluir
  5. abaixo rdpm arcaico,ditatorial,draconico,desumano,desigual,desproporcional,incoveniente,politico,vil,autoritario,fdp,safado,pilantra,dentre outros adjetivos pejorativos, mas o que e pior nele e que ele é INCONSTITUCIONAL!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Põe INCONSTITUCIONAL NISSO!!!!!!! Além do que, nosso sitema policial é igualmente arcáico e nunca funcionou. Nossos """competentes""" constituintes, mantiveram o sistema com 2 polícias estaduais(PM-PC)...a tal da polícia judiciária e a tal da polícia ostensiva, ridículo!!!!!!...coisas de um país de 3º mundo, mentalidade idiota.

    ResponderExcluir