sexta-feira, 13 de junho de 2014

PMs que reforçaram a segurança no Rio reclamam da falta de transporte para retornar ao interior do estado


Cerca de 200 policiais militares do interior do Rio se aglomeravam por volta das 23h desta quinta-feira, em frente ao Copacabana Palace, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, aguardando uma solução para que pudessem retornar às cidades de Pádua, Campus, Itaperuna e Macaé. De acordo com os militares, que reclamavam da falta de infraestrutura da corporação, a espera já durava mais de duas horas.
— O que a polícia faz conosco é uma falta de respeito. Peguei cinco horas de viagem para chegar aqui. Às 9h já estávamos na rua reforçando o policiamento do Rio. A corporação pediu para que a gente estivesse pronto às 21h. São 23h e, até agora, ninguém, nenhum comandante nos ligou para dar uma satisfação. Estamos cansados, trabalhamos em pé o dia todo, nossa última refeição foi às 14h. Não jantamos ainda. Isso só vai poder acontecer agora quando chegarmos em nossa cidade, depois de mais cinco horas de viagem — disse um dos policiais, que pediu para não ser identificado.
Somente às 23h20m um ônibus todo branco, sem identificação, apareceu para buscar os militares. Mais à frente, na esquina da Rua Bolívar, outro grupo de 50 policiais reclamava do mesmo problema.
— O comando nos trouxe aqui num carro legal, da corporação, pois estavam preocupados com a imprensa. Agora que acabou a festa, estamos largados que nem lixo. São 23h e eu ainda não tenho previsão de quando poderei jantar, e muito menos voltar para a casa. Até agora não conseguimos contato com ninguém pra resolver o nosso problema. Não tenho vergonha de dizer: a Polícia Militar não tem ônibus para nos buscar, e estão tentando alugar um agora. Isso era pra ter sido visto antes. É um absurdo — disse outro PM.

6 comentários:

  1. Nossa, vocês também reclamam? Eu pesava que vocês gostavam desses sofrimentos!!! Dificilmente se manifestam ou fica do lado do povo que está protestando por melhorias, seja bombeiros, universitários, estudantes, professores. Por isso tem gente que não tem peninha de PMs.

    Isso mesmo. Cresçam politicamente e como cidadãos. Quem sabem a população um dia se junte para caminhar junto com vocês, pois apoiar bombeiros é um prazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pm tem que se fuder mesmo,na hora do bicho pegar espancaram os bombeiros,agora aguenta a praga........

      Excluir
  2. COMO SE AGUEM FOSSE SE IMPORTAR COM ISSO, PM TEM MAIS É QUE SE FODER. É O QUE A SOCIEDADE PENSA, SE FOSSEM BANDIDOS JÁ TERIA UM IMENSO NUMERO DE DEFENSORES , PRINCIPALMENTE NA IMPRENSA, É SÓ DA UMA OLHADINHA NO VIDE LÁ DE CIMA. SOCIEDADE MEDÍOCRE DO CARALHO, TEM TODO MUNDO É QUE TOMAR NA BUNDA PARA DAR VALOR AO POLICIAL, QUANDO SÃO ESCULACHADOS POR BANDIDOS AÍ SIM MUDAM DE OPINIÃO.

    ResponderExcluir
  3. A PMERJ TÁ FALIDA!!!13 de junho de 2014 11:44

    ISSO SEMPRE EXISTIU NA PMERJ, O POLICIAMENTO SÓ TEM CONDUÇÃO PARA IR AOS LOCAIS DOS EVENTOS, MAS QUANDO TAL EVENTO ACABA NA MAIORIA DAS VEZES O PM TEM QUE DAR O SEU JEITO PARA PODER SE LOCOMOVER. ISSO NUNCA VAI MUDAR, POIS TODOS OS CORONÉIS QUE ASSUMEM A CADEIRA DE COMANDANTE GERAL, SÓ QUEREM SE LOCUPLETAREM RECEBENDO O TETO SALARIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO QUE HOJE ESTÁ EM TORNO DE R$26.000,00, E A TROPA QUE CARREGA O ESTADO NAS COSTAS ELES QUEREM QUE SE DANEM. EM FALAR EM COMANDANTE GERAL, CADÊ ELE HEM? ESSE ATUAL CG É O MAIS OMISSO DOS ÚLTIMOS TEMPOS. QUE VERGONHA, ELE É UM ZERO À ESQUERDA!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade meu amigo uma vergonha esses coronéis, não só os que já foram comandantes Gerais não, mas também a maioria que comandam OPM, cagam e andam para o que acontece com sua tropa. Vergonhoso chegar no CFAP no dia da apresentação do Batalhão de Campanha e não ter cama e alojamento para todos que ali estão a disposição vindo de outras unidades, constantemente ter falta de água para as necessidades fisiológicas e tomar banho. Acho sinceramente que a Polícia e o Estado foram pegos de surpresa com a Copa, foi muito pouco tempo os 8 anos para Rio de Janeiro se preparar, vai lavar a cara quem diz que foi investido milhões com segurança pública, se nem ônibus tem para levar os policiais a suas Residências com segurança, pois é cansativo viajar 12 horas e trabalhar mais umas 13 horas, além do mais que pasmem o auxílio transporte é 100 reais ao mês, verdade ou mentira? Chegar para trabalhar em Copacabana de ônibus fretado para inglês ver, mas não saber de como chegar e de que chegar e não é em casa e sim no CFAP para entregar material e ai sim viarjar 6 horas, vergonhoso,lamentável. Sinceramente queria saber se só o Rio ou outros estados também está esse lixo. Acorda Presidente, acorda Governador!

      Excluir
  4. Burro Bom, Carga Nele! Como dizia meu falecido avô, se tem conhecimento do tratamento que os senhores recebem da Corporação, Por que trabalham com tanto empenho, lealdade e constância, Ah entendi, é para ganhar uma medalha de herói. Acorda Fardado! Você também é Explorado! Para com esse individualismo que existe na PM, e se unam contra esse Estado Covarde, Hipócrita e Corrupto, em que estamos inseridos. Já passou da hora de reinvindicar dentro da legalidade melhores condições de trabalho. Como pode um Coronel de Policia ganhar r$ 28.000,00 por mês, que abismo salarial é esse em detrimento dos seus pares, portanto não conte com ajuda deles para nada, porque o sistema é favorável para eles. Junte-se a Policia Civil, e lute pelo seus ideais.

    ResponderExcluir