domingo, 15 de junho de 2014

Soldado da PM morre após ser baleado

ROBERTA TRINDADE
Lotado no 2ºBPM, o soldado André Rodrigues, 30 anos, morreu após ser baleado em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, neste domingo, dia 15 de junho. O PM, que estava de folga, foi surpreendido pelo criminoso no bairro Lote XV.
Com isso, chega a 33 o número de policiais mortos somente este ano no Estado do Rio. De janeiro a hoje, foram 130 baleados. Destes, 80 estavam de serviço.
Estatística completa -> http://robertatrindade.com.br/?page_id=16244

12 comentários:

  1. André Rodrigues morreu pelo simples fato de ser Policial Militar!

    ResponderExcluir
  2. POLICIAIS MILITARES SEM CONDIÇÕES DE TRABALHO

    É necessário que o Estado forneça o mínimo de condições para que nossos policiais militares prestem um serviço de qualidade, como alojamentos decentes, com banheiros higienizados, transporte aos que moram longe de suas unidades e cumprem escalas que inviabilizam suas vidas privadas – seja pelo longo tempo de viagem, seja pelo alto valor das passagens.

    OS POLICIAIS MILITARES PRECISAM RECEBER UM SALÁRIO COMPATÍVEL COM A RESPONSABILIDADE E A IMPORTÂNCIA DAS FUNÇÕES QUE EXERCEM. A POLÍCIA MILITAR DO ESTADO RIO DE JANEIRO PRECISA LUTAR PELA VALORIZAÇÃO DE SUA TROPA, NÃO PODE PERMITIR QUE O SOLDO DO SOLDADO FIQUE ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL. A SEGURANÇA PÚBLICA É UM SERVIÇO ESSENCIAL!

    A PEC 300 é a solução para a melhoria salarial! Com os reajustes concedidos, ao final de 2016, um Soldado da PMDF receberá R$ 7.190,98 (sete mil, cento e noventa reais e noventa e oito centavos) mensais, e esse valor não inclui nenhum anuênio. É um absurdo a diferença de salário de dois orgãos públicos que fazem os mesmos serviços (PMDF e PMERJ)!

    É preciso implantar a CARREIRA ÚNICA e a exigência do NÍVEL SUPERIOR COMPLETO para ingresso na PMERJ (com todos os candidatos iniciando a carreira como Soldados). O interesse público está em primeiro lugar!

    O salário do Policial Militar do Estado do Rio de Janeiro é uma ofensa à Constituição Federal de 1988, uma verdadeira afronta aos Incisos IV e VII do Artigo 7° da nossa Carta Magna, lembrando que GRATIFICAÇÃO NÃO É SALÁRIO!!!

    Como uma sociedade vai garantir a paz, a segurança pública e a justiça criminal com Policiais Militares envolvidos em jornadas estressantes e perigosas em ambientes com armas de guerra e poder financeiro corruptor, sem poder conviver com a famílias os momentos de folga e lazer, necessários à sua saúde mental, boas condições técnicas e acertadas decisões de inopino? A saúde emocional, psíquica, física e financeira dos policiais brasileiros deveria ser prioridade na atenção dos poderes governantes e da sociedade, já que são estes homens e mulheres que fazem a primeira linha de defesa contra o crime e contra a violência na garantia de direitos.

    ResponderExcluir
  3. A tropa da PMERJ merece receber um "SALÁRIO PADRÃO FIFA"!

    Falta muito para o PM do Rio ter um salário digno, pois o Salário Mínimo Necessário divulgado pelo D.I.E.E.S.E. em Maio de 2014 foi estimado em R$ 3.079,31 (três mil e setenta e nove reais e trinta e um centavos) e os PMs em início de carreira recebem pouco mais que a metade de referido valor. O Governo teria que conceder quase 100% de reajuste salarial para dignificar a remuneração do Policial Militar do Estado do Rio de Janeiro.

    Os PMs do Rio enfrentam o perigo para proteger a sociedade, mas as suas famílias passam necessidades. O salário líquido de um Soldado da PMERJ é insuficiente para suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS dos Policiais Militares, previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o que é inaceitável. O Governo do Estado tem que atender pelo menos o que está previsto na Carta Magna!

    http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

    ResponderExcluir
  4. Será q ninguém percebeu q estão morrendo mais policiais do que bandidos, ou seja, quem vive as margens da lei no RJ tem mais chances de ficar vivo do que aqueles que protegem a sociedade.

    ResponderExcluir
  5. ja esta cansativo esse comentario de pec 300 e constituicao de 1988 porra,isso utopia,mataram mais um colega, tem que se preocupar em tirar de circulacao esses vagabundos porra,so ta pensando em dinheiro,acorda irmao.

    ResponderExcluir
  6. De que adianta ganhar 3 ou 4 mil, e continuar essa covardia bandido tendo mais valor que um policial um representante do (ESTADO) que estado é esse que não ta nem ai pra segurança publica, educação, saúde, mas isso é normal não é? foda-se o pobre trabalhador. Esse pm que morreu era um cara do bem, parceiro! Sabe no que o Brasil ta parecendo na Roma antiga, onde o Imperador e sua familia tinham tudo , manipulavam os de classe inferior, botavam os escravos e aqueles que se recusavam a obedecer as ordens do imperador para se matarem em arenas! Escravos= PM, Rebeldes= Bandidos, POBRE MATANDO POBRE! A TV ta fazendo o papel dos atiçadores, fingem que se importam mas só querem obter vantagens.

    ResponderExcluir
  7. "Enquanto todos dormem eu vivo entre o medo e morrer e a árdua missão de fazer a segurança pública. " palavras do meu amigo, o falecido em questão.
    ISSO TEM QUE ACABAR, VAGABUNDO NÃO PODE TER VEZ !!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Apenas uma correção nesta noticia , O Soldado André Rodrigues , foi alvejado por 6 tiros em um sábado por volta umas 22:40 da noite ...

    ResponderExcluir
  9. Sempre tem babaca pra falar merda, impressionante, Andre era amigo , e morreu por qur defendia merdas igual a você da bandidagem

    ResponderExcluir
  10. Morre mais um pai de familia, um grande amigo, irmão. Fizeram uma grande covardia com ele. Ate quando isso vai ficar assim, bandido bom é bandido morto. Fique em Paz meu amigo, todos nós vamos lembrar desse seu sorriso, sua alegria e seu carisma.

    ResponderExcluir
  11. Uma grande perda, se tratou de uma execução .

    ResponderExcluir
  12. Só para esclarecer, que nem todos são tão vítimas assim!


    terça-feira, 17 de junho de 2014

    DH investiga execução de PM no Lote XV em Belford Roxo

    BELFORD ROXO - Policiais da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) acreditam que o soldado do 29ºBPM (Botafogo) André Luiz Rodrigues dos Santos, de 30 anos, foi executado, no último sábado, em Belford Roxo. O PM estava em frente a um bar na Rua


    Fernando Costa, no bairro Lote Quinze, quando foi baleado pelos criminosos.

    De acordo com a DHBF, André morava perto do local, era frequentador do bar e estava acompanhado no momento do crime.- Nós não sabemos com quem ele estava, mas já descartamos roubo seguido de morte (latrocínio) - comenta o delegado assistente da DHBF João Valentim.

    Segundo o policial, dois homens armados estavam em uma moto e pararam em frente ao soldado por volta das 21h. Um deles desceu e disparou seis vezes. André, que estava de folga, chegou a ser levado para o posto de saúde do bairro, mas já chegou morto à unidade.

    A Polícia Civil informou que o soldado era acusado de ligação com milicianos e estaria envolvido em quatro homicídios no município. A prisão dele já havia sido pedida à Justiça.

    - Testemunhas confirmaram a participação do André em um homicídio, mas não posso dar mais detalhes -disse o delegado. A DHBF não deu mais informações sobre o caso para não atrapalhar as investigações, mas acredita que o PM tenha sido morto por traficantes locais que sabiam que ele era PM.

    ResponderExcluir