terça-feira, 28 de outubro de 2014

Fraudes milionárias na PM

É mesmo para muitos oficiais da PM ficarem com medo de ir para a cadeia. Oito inquéritos já foram abertos na área de Saúde da corporação. Contratos com quatro empresas são os principais alvos. Ninguém acha, por exemplo, 18 mil kits para testes imunológicos, comprados por R$ 1,7 milhão. Os tentáculos das fraudes são tão grandes que foi detectado o sumiço de 8.823 kits de curativos. 
A compra foi de R$ 1,3 milhão, mas o que está no estoque não passa de R$ 764 mil. Os investigadores descobriram que no esquema há ‘saldo de utilização para troca’. Ou seja, o que era comprado não era entregue e ficava como uma espécie de crédito. 
As maiores irregularidades estão nos dois grandes hospitais da PM, no Estácio e em Niterói. A previsão de que a fraude chegaria a R$ 16 milhões já foi para o espaço. Os donos das empresas estão sendo chamados para prestar esclarecimentos. Teia da bandalheira Quanto mais se apura, mais bandalheiras aparecem. Ninguém sabe e ninguém viu 1.607 dos 4.600 kits cirúrgicos comprados pelo Hospital Central. E tudo isso só em 2014. 
Agora a corporação vai começar a auditar os contratos de 2012 e 2013. E pretende ir até 2010. Devolução de verba O chefe administrativo do Estado-Maior, Ricardo Pacheco, quer que a Procuradoria do Estado ajude a PM a reaver o dinheiro das fraudes. Estão indo a fundo na investigação a PM, a Subsecretaria de Inteligência, da Secretaria de Segurança, e o Gaeco, do Ministério Público.

10 comentários:

  1. SE GRITAR PEGA LADRÃO!!!28 de outubro de 2014 10:11

    É POR ISSO QUE NO ÚLTIMO DOMINGO FIQUEI NO HCPM POR NOVE HORAS E SAI SEM O DEVIDO ATENDIMENTO PARA A MINHA ESPOSA!!!

    ResponderExcluir
  2. Ja esta em auditória o hcpm ,eo wany quando vai ser.

    ResponderExcluir
  3. Cancela e faz um plano de saúde companheiro.

    ResponderExcluir
  4. Bom seria se isso fosse feito no HCBMERJ e nas ENGENHARIAS DO CBMERJ. iria feder muito.

    ResponderExcluir
  5. Os Auditores se forem Oficiais da PMERJ, vão arrumar um troco pra não provar nada!

    ResponderExcluir
  6. Fraudes só ocorrem se os praças forem coniventes tb.E não me venham dizer que nada podiam fazer.Ordem absurda não se cumpre, a não ser que tenha vantagens tb.

    ResponderExcluir
  7. É POR ESTE MOTIVO QUE OS OFICIAIS E PRAÇAS LEVAM QUASE UM ANO PARA FAZEREM OS EXAMES DE SAÚDE PARA RESERVA REMUNERADA.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite companheiros a junta de saude tambem tem que passar por uma rigorosa fiscalização,tem muitas licenças médicas e reformas compradas e não é barata não e carissima ,vc que precisa de uma licença pq esta mesmo doente não consegue até internação em melhores enfermarias eles vendem esta uma pouca vergonha aquele HCPM , que falta faz os coronéis do EB ,quando eles comandavam não tinha tanta corrupção nas corporações da area de segurança mas vamos continuar a denunciar para que o nosso dinheiro não va para o bolso destes canalhas !!!

    ResponderExcluir
  9. Os cobertores do hcpm é dividido no meio que absurdo.socorro gaeco

    ResponderExcluir
  10. Caros irmãos,esses Oficiais bandidos nunca serão expulsos,no mínimo serão reformados administrativamente, ou pior, ainda serão promovidos,já tenho 21 anos nesta PMERDA e nada muda.
    Por isso, que eles querem perpetuar este regulamento ARCAICO E COVARDE que só beneficia eles(OFICIAIS),por mais 200 anos,e por falar em regulamento,como anda a revisão do RDPM,ou vocês esqueceram,que antes das eleições foi aquela tremenda encenação,do Deputado WAGNER MONTES e FLAVIO BOLSONARO,enquanto isso, a sacanagem continua ,e somente os praças da PMERJ sendo excluídos da corporação.
    Cancelei meu desconto do FUNDO DE SAÚDE tem uns 3 anos,fiz um PLANO DE SAÚDE DA UNIMED,pelo convênio com o Governo do Estado,e o que eu descontava para este FUNDO DE SAÚDE,FAMOSO CAIXA 2 DA PM E DO GOVERNO e sustendo desses OFICIAIS BANDIDOS IMUNDOS,complementei mais um pouco de dinheiro do que descontava,e hoje sou atendido com dignidade,sem precisar madrugar ou enfrentar filas, e ainda se deparar com aquele autoritarismo que todos nós conhecemos do nosso "militarismo",com direito de se reclamar ainda poder ser preso.
    Enfim,já vi muitos colegas reclamando aqui no BLOG sobre o HCPM,então caros irmãos ,tomem VERGONHA,e CANCELEM este desconto,e não tenham medo, de se precisar ser atendido e for negado o atendimento,é muito simples,comuniquem o fato ao Oficial de dia do HCPM,e após se dirijam a DP da área e registrem como OMISSÃO DE SOCORRO,abuso de autoridade,e isso ainda configura crime militar de prevaricação,cobrem na Justiça os últimos 5 anos descontados indevidamente, pois o FUNDO DE SAÚDE PMERJ é INCONSTITUCIONAL,como preceitua a Constituição Federal (Artigo 149, Parágrafo primeiro), viabiliza aos estados e municípios instituírem contribuições apenas para o custeio de regime previdenciário. Já os descontos para a saúde não são autorizados, uma vez que o acesso aos programas de saúde pública deve ser gratuito,somente agindo dessa forma seremos realmente respeitados,procurem na Justiça seus Direitos, isso não é crime,um fraternal abraço a todos.

    Ass: GLADIADOR 1 SGT PMERJ.

    ResponderExcluir