sábado, 6 de dezembro de 2014

Policial da UPP Vila Kennedy é assassinado em Realengo

Mais um policial da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Vila Kennedy foi assassinado. Desta vez, a vítima foi o soldado Geraldo Luiz da Silva, de 27 anos. O PM, que estava na corporação desde janeiro de 2013, foi atingido na tarde deste sábado, em Realengo, na Zona Oeste, enquanto lavava o carro na porta de sua casa, na Rua Leonor Chrisman Mulle, perto da comunidade Cosme e Damião. Policiais da Divisão de Homicídios (DH) da Capital fizeram a perícia no local e instauraram um inquérito para apurar a morte do PM. Familiares de Geraldo prestarão depoimento na sede da especializada, assim como uma outra pessoa que foi ferida durante o ataque de criminosos no local. A vítima está internada. O policiamento na região foi intensificado. De acordo com a PM, agentes do 14ºBPM (Bangu) realizam uma operação na comunidade em busca dos criminosos que mataram o soldado.

20 comentários:

  1. Isso é o cumulo, como pode os parlamentares verem essas notícias com os agentes de segurança pública e não se moverem em absolutamente nada.
    Ass. Sd pm 101. Milhão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, quando morrem PRAÇAS (SOLDADOS, CABOS, SARGENTOS e SUBTENENTES) eles não se preocupam! A morte só chama a atenção das autoridades quando é de algum OFICIAL SUBALTERNO ou INTERMEDIÁRIO (TENENTE ou CAPITÃO), já que os OFICIAIS SUPERIORES (MAJORES e CORONÉIS) não estão expostos ao perigo das ruas! O Rio de Janeiro precisa de MUDANÇAS URGENTES na área de segurança pública. A tropa está pedindo SOCORRO! As Forças Armadas precisam atuar junto com as Polícias Federal, Rodoviária Federal, Civil e Militar no combate ao Crime Organizado, que tomou conta do Rio de Janeiro. NÃO EXISTE PACIFICAÇÃO!!! Há apenas a ocupação do terreno, nada além disso...

      Excluir
    2. Paulo Ramos mudou até para o Psol,pois senão não seria eleito,só sabem é se aproveitar de tudo,foi assim com os Bombeiros,não será diferente com os Policiais.Não estão nem ai para os eleitores em geral,só pensam neles,é só chegar as eleições,começam a querer aparecer,depois de eleitos somem.É só blá blá blá.Os eleitores é que tem que se posicionar e parar de acreditar em promessas e Papai Noel.

      Excluir
    3. Paulo Ramos saiu do PDT pq discordava do partido virar um balcão de negócios quando se vendeu para o Cabral. Carlos Lupi processou o deputado pedindo indenização de 50 mil. ele não teve outra alternativa a não ser sair do PDT. Com relação ao blá blá blá, nenhum deputado consegue nada se não for da base do governo do PMDB, e mesmo assim é muito difícil conseguir algo para a tropa !!!

      Excluir
  2. "DIREITOS HUMANOS PARA HUMANOS DIREITOS!"

    ResponderExcluir
  3. amigos, quando vcs vao acordar , parecem que vivem no mundo da lua, os politicos querem mais e que nois policiais morram mesmo, que agente se fodam, nois policiais que temos que acordar, enquanto nao nos unirmos, vai continuar essas noticias todos os dias,toda vez que um vagabundo atirar em um policial, todos que estao de folga entrar dentro de seus carros ou ate mesmo de onibus e ir para o local e so sair quando pegar o filho da puta e fazer o mesmo com ele, ai vao voltar a respeitar a policia, nois praças temos que nos unir, os oficiais cagam e andam quando ver essas noticiais, ainda a tempo irmaos, sou terceiro sargento do decimo primeiro batalhao e nao aguento mais ver essas noticiais, pra cima dessa vagabundagem, aço neles, que se ferrem os direitos humanos,

    ResponderExcluir
  4. TOMA UMA PROVIDÊNCIA BONECO DE OLINDA!!!7 de dezembro de 2014 13:49

    PARA O NOSSO DESGOVERNADOR PEZÃO, ISSO NÃO É PROBLEMA, POIS QUANTO MAIS MATAREM PMs, MAIS PMs SERÃO ADMITIDOS NA PMERJ.
    ISSO SERIA CÔMICO SE NÃO FOSSE TRÁGICO!!!

    ResponderExcluir
  5. O Governo do Estado do Rio de Janeiro estuda mudanças na área de Segurança Pública.

    Vão abrir o "CFO SÓ PARA SUBTENENTE COM FORMAÇÃO JURÍDICA".

    A POLÍCIA MILITAR VAI TER PORTA ÚNICA DE INGRESSO NA CORPORAÇÃO, SENDO NECESSÁRIO ADQUIRIR EXPERIÊNCIA COMO PRAÇA PARA O CANDIDATO ASCENDER AO OFICIALATO.

    Será exigido o Bacharelado em Direito nos concursos para o CFO-PMERJ, pois um Oficial de Polícia precisa ter o domínio das disciplinas de Direito Penal, Processual Penal, Direito Administrativo, Direito Penal Militar e Processual Penal Militar, além do Direito Constitucional.

    Será exigido o Nível Superior completo nos concursos para o CFSd-PMERJ, pois um Soldado de Polícia tem que estar acima da média do cidadão comum. Esta mudança obrigará toda a tropa a se formar em alguma Faculdade para galgar os graus hierárquicos superiores.

    Com relação à meritocracia, me posiciono favorável a este instrumento, pois aqueles que se destacam devem ser valorizados. A Polícia Militar deveria acabar com a Promoção de Praças por Tempo de Serviço (ASCENSÃO AUTOMÁTICA).

    ResponderExcluir
  6. Meu nome não importa, mas sei reconhecer a importância e capacidade dos atuais e recentes subtenentes, bem como acho que eles deveriam ser melhor aproveitados, digo isso pois sei que os recentes policiais das UPPs, estão precisando de uma oxigenação, e isso seria bom com um pessoal jovem e de mão de obra qualificada, como os atuais e modernos subtenentes, que em sua maioria têm entre 12 e 13 anos de idade. Excelente condições físicas, bem escolarizados, cheio de vigor fisico e querendo mostrar serviço. Os batalhões estão lotados deles, e com falta de efetivo, como soldados e cabos! Não é hora de dar à alguns soldados um descanso e colocarem pessoas qualificadas e bem graduadas nas UPPs? Pois posso afirmar que tais subtenentes seriam muito bem aproveitados e dariam a população um serviço de excelência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou oficial da Policia e acho que a capacidade dos atuais e recentes subtenentes, bem como acho que eles deveriam ser realmente melhor aproveitados, digo isso pois sei que os recentes policiais das UPPs, estão precisando mesmo de uma oxigenação, e isso seria bom com um pessoal jovem e de mão de obra qualificada, isso pode ser feito, acho até uma boa ideia! Pois além do salário terão mais uma gratificação, que muitos deles alegam não receber!

      Excluir
  7. Soldado PM morreu por um soldo inferior ao salário mínimo!!!

    Salário mínimo previsto para 2015 será de R$ 788,06 (reajuste será de 8,8%).

    O soldo do SD PMERJ deveria ser de pelo menos R$ 817,97 em 2015, pois é uma vergonha o PM ter um soldo tão baixo!

    ResponderExcluir
  8. A área do 14º BPM está fora de controle?

    O homicídio de um agente da lei é um atentado contra o Estado Democrático de Direito, um fato que não pode passar despercebido, não pode ficar impune!

    A INVERSÃO DE VALORES TOMOU CONTA DO BRASIL.

    Nessas horas, os hipócritas dos Direitos Humanos somem, desaparecem da face da Terra. Quando morre um criminoso, eles fazem o maior estardalhaço acusando a Polícia mesmo quando seus agentes agiram dentro da legalidade!

    Ninguém procurou a família do Soldado Policial Militar morto na porta de casa sem direito à defesa. Se fosse um bandido, iriam milhares de pessoas criticar Deus e o mundo... Como pode um vagabundo que não acrescenta nada de bom à sociedade ter mais valor do que um Servidor Público Estadual???

    ResponderExcluir
  9. “Se quiser, mato um soldado por dia”, diz traficante da Maré.

    O Governador está brincando com a vida dos Policiais Militares?

    ResponderExcluir
  10. MP quer impedir que polícia leve crianças e adolescentes a delegacias apenas para averiguação.

    A POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESTÁ MORTA?

    É o 107º policial assassinado no Rio de Janeiro em 2014. O número de policiais assassinados é uma prova inconteste do aumento do enfrentamento que os criminosos estão fazendo diante da falência da segurança pública.

    ResponderExcluir
  11. Se todo mundo é Subtenente, a culpa é do Decreto que promove todo mundo por tempo de serviço, sem a realização de concursos internos para selecionar os melhores policiais militares para exercer as funções de "SUBTEN PM". Os quadros estão inchados e a hierarquia está enfraquecida. O FIM DA PROMOÇÃO DE PRAÇAS POR TEMPO DE SERVIÇO É A SOLUÇÃO PARA ACABAR COM O PROBLEMA!

    ResponderExcluir
  12. Fui no enterro do sd Geraldo, e vi que o policial pagou com a vida pelos erros cometidos por políticos que só querem saber de roubar, e de policias corruptos que alimentam os traficantes com armas, munições e fazendo ate segurança deles. Que Deus conforte a família do Geraldo pois era um bom homem e um grande amigo.

    ResponderExcluir
  13. E nada será feito Senhores, menos um. Ué, não foi o Coronel que na formatura no CFAP falou que iria cuidar pessoalmente de cada policial? O policial morreu a menos de 1km do CFAP, que ironia não? Já era PMERJ.

    ResponderExcluir
  14. Oque mais me enoja é que tem um monte de PMs babacas que acham a maior onda fazer a segurança desses merdas,Juízes,Promotores e deputados, eles querem mais é que PM se foda.

    ResponderExcluir
  15. Uma coisa eu sei, jamais deixarei meu filho ser policial, pois quero o melhor para ele, já chega o seu avô, que está na reserva remunerada, ganhando salário de fome! Sem amigos ou qualquer assistência do estado. Até porque pagou advogado até pouco tempo, para livra-lo de um auto de resistência, o qual quase ficou aleijado. Mesmo assim, conseguiu entre os cinco tiros que deu, acertar três, um deles na cabeça do meliante, tudo antes de desmaiar perdendo sangue! A policia não quis aposentá-lo e a justiça ainda quis prendê-lo, porque o meliante teve a sua arma roubada e o meu pai, desmaiado não viu quem a levou, de certo que havia outros na cobertura! Policia, deixe para os filhos dos Deputados, filhos do pessoal dos Direitos Humanos ou para os filhos dos juristas que com certeza não farão qualquer objeção.

    ResponderExcluir