segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Quatro policiais são alvejados em 48 horas

Policiais militares voltaram a ser alvo de criminosos em diversos pontos do Rio. No total, quatro foram baleados em menos de 48h neste fim de semana. Um deles segue internado em estado grave, enquanto outros três tiveram ferimentos leves. Em 2014 já foram 114 policiais, civis e militares mortos no estado. O caso mais grave é do soldado PM Rodrigo Costa da Silva, que se formou na última sexta-feira e estava de folga quando foi abordado, no sábado, por bandidos na Rua João da Madeira, em Santa Luzia, bairro de São Gonçalo. Ao tentar fugir com o carro, bandidos efetuaram vários disparos, que atingiram sua cabeça. Socorrido por moradores, ele foi levado para o Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo. 
Ontem de manhã, o sargento Wagner Luís de Almeida, do Grupo de Apoio Tático (GAT), foi baleado em patrulhamento no Complexo do Chapadão, em Costa Barros. Atingido na perna esquerda, foi levado para o Hospital Estadual Albert Schweitzer e passa bem. No sábado à tarde, o sargento Wellington de Souza Oliveira, do 5º BPM (Praça da Harmonia), foi baleado na perna próximo à Rua Hermenegildo de Barros, em Santa Teresa. Já na noite de sexta, o sargento Sebastião Saraiva, do 9º BPM (Rocha Miranda), foi atingido no braço ao checar acidente de trânsito próximo à comunidade Jorge Turco, em Rocha Miranda. Ambos passam bem. 

16 comentários:

  1. Sinto muito por tudo o que vem acontecendo com os policiais militares do nosso Estado. A maioria esmagadora é formada por homens de caráter e de bons princípios.
    Admiro e respeito muito o trabalho de cada policial que deixa seu lar, sua família, para defender todos nós, cidadãos de bem, todos os dias.
    Que 2015 seja um ano com mais respeito e dignidade a todos vocês. Muio obrigada por me protegerem. Um grande abraço! A. Mello

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os grandes culpados são os representantes dos Direitos Humanos, que só defendem os criminosos!

      Quando morre um bandido em confronto com a Polícia, eles sempre defendem o marginal da lei, ignorando o fato dele representar risco para todos nós, cidadãos e policiais. A impunidade é o maior incentivo para a prática dos crimes.

      Excluir
    2. O número de policiais mortos no Brasil é alarmante: uma afronta!

      https://www.youtube.com/watch?v=Hy2SnL5RUcY

      Excluir
    3. Amigos, infelizmente o aluno Rodrigo Costa faleceu hoje. Meus pêsames à família, aos amigos e a todos nós, que ainda sonhamos com um mundo melhor.

      Excluir
  2. E O PIÓR É QUE ESSES POLICIAIS, NEM TEM DIREITO DE SE DEFENDER, POIS COMPRAM A PRÓPRIA ARMA, E FICA ESPERANDO QUASE UM ANO PARA RETIRAREM DA LOJA, POIS A PM, COM UM CONTINGENTE ENÓRME DE OFICIAIS, NÃO CONCEGUEM DAR CONTA DE ENTREGAR OS SIGMAS A ESSES PMs, SÓ DESMILITARIZANDO A PM É QUE ISSO VAI ACABAR.

    ResponderExcluir
  3. A policia está sendo massacrada e nosso desgoverno continua omisso, até quando o policial vai servir de alvo para vagabundos, esses cada vez mais impunes graças ao lixo de judiciário acompanhada por um bando de políticos que só pensam em roubar mesmo, todos comendo uma fatia com o trafico, e o policial é sempre visto como corrupto, porque não mandam investigar os bens deles também?

    ResponderExcluir
  4. E NÃO SE FALA MAIS EM CESTA DE NATAL...QUEM MANDOU VOCÊS, BURROS ,VOTAREM NO CACHACEIRO DO PEZÃO...

    ResponderExcluir
  5. Eu quero ,dignidade para trabalhar,escala humana, salário justo e o fim do coronelismo ,eu não preciso de esmola de cesta de natal com MANTIMENTOS VENCIDOS,conforme foi doado nos últimos anos!

    ResponderExcluir
  6. Pobre só pensa com a barriga mesmo, uma pá de PMs morrendo e o outro falando em cesta básica, kkkkkkkk.

    NÃO ESTUDOU, TEM QUE ESTUDAR, PRA NÃO VIRAR PULISSA MILITÁ!

    Allahu Akbar!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E todo acéfalo adora pagar de intelectual, sabe muito pouco sobre a PM mesmo...

      الله أكبر

      Excluir
    2. Tem que estudar prá entrar na PM. Você deve ser um intelectual e deve ganhar muito bem,só não entendo o por que uma pessoa do seu porte vem aqui neste singelo blog falar mal dos Policiais e simpatizantes. Sai daqui vai assistir a tv Globo, você e muitos que criticam a PM sem conhecimento de causa não são bem vindos !

      Excluir
  7. Discordo de vc pois estou na PM a 20 anos e nāo morro de fome por nāo receber essa "cesta" sou 56.... e tenho meu negócio fora da PM trabalho digno só o Hcpm me deve 35mil gestāo do entāo cel Décio que vou cobrar na justiça 2015. Trabalhe e seja feliz. Boas Festas e um Próspero Ano Novo.: um enorme abraço

    ResponderExcluir
  8. Pec 300 carioca já. Nada de cestao ... úmido. O que queremos é dignida de. Pec 300 carioca já! !!!

    ResponderExcluir
  9. Em relação ao sigma estou à 1 ano e quatro meses, fazendo parte, e peregrinação à P2. já a cesta de natal , não se trata de esmola é um direito , que meteram a mão e agora está um jogo de empurra para ver de quem é a culpa, pois a verba destinada foi gasta em coisas mais "importante", e pasmem, a CBMERJ já recebeu e a PCERJ recebe hoje. temos que nos unir ao invés de criticar um ou outro colega que consegue um benefício, se cada um brigar por seus direitos teremos uma PMERJ digna e humana com seus componentes sem distinção de patente.

    ResponderExcluir
  10. O Governo do Estado do Rio de Janeiro usa e abusa do Policial Militar. O PM do Rio arrisca a vida quase de graça! O salário dos Soldados PM está tão baixo que chega a ser um desrespeito às suas famílias. Falta muito para o PM do Rio ter um salário digno! Os PMs do Rio enfrentam o perigo para proteger a sociedade, mas as suas famílias passam necessidades. O salário líquido de um Soldado da PMERJ é insuficiente para suprir as NECESSIDADES VITAIS BÁSICAS dos Policiais Militares, previstas no artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal de 1988 (moradia, alimentação, educação, saúde,
    lazer, vestuário, higiene e transporte), de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, o que é inaceitável. O Governo do Estado tem que atender pelo menos o que está previsto na Carta Magna! O descumprimento do referido preceito constitucional demonstra descaso do Governador do Rio com os Profissionais de Segurança Pública. Vale lembrar que Gratificação não é salário!

    O Salário Mínimo Necessário divulgado pelo D.I.E.E.S.E. em Maio de 2014 foi estimado em R$ 3.079,31 (três mil e setenta e nove reais e trinta e um centavos).

    "Como uma sociedade vai garantir a paz, a segurança pública e a justiça criminal com policiais envolvidos em jornadas estressantes e perigosas em ambientes com armas de guerra e poder financeiro corruptor, sem poder conviver com a famílias os momentos de folga e lazer, necessários à sua saúde mental, boas condições técnicas e acertadas decisões de inopino? A saúde emocional, psíquica, física e financeira dos policiais brasileiros deveria ser prioridade na atenção dos poderes governantes e da sociedade, já que são estes homens e mulheres que fazem a primeira linha de defesa contra o crime e contra a violência na garantia de direitos." (BENGOCHEA)

    OS POLICIAIS MILITARES PRECISAM RECEBER UM SALÁRIO COMPATÍVEL COM A RESPONSABILIDADE E A IMPORTÂNCIA DAS FUNÇÕES QUE EXERCEM. SÓ ASSIM OS GOVERNOS ESTADUAIS OFERECERÃO QUALIDADE NOS SERVIÇOS PRESTADOS. A SEGURANÇA PÚBLICA É UM SERVIÇO ESSENCIAL! A POLÍCIA MILITAR DO ESTADO RIO DE JANEIRO PRECISA LUTAR PELA VALORIZAÇÃO DE SUA TROPA, NÃO PODE PERMITIR QUE O SOLDO DO SOLDADO FIQUE ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO VIGENTE.

    Com os reajustes concedidos em Brasília, ao final de 2016 um Soldado da PMDF receberá R$ 7.190,98, e esse valor não inclui nenhum anuênio. É um absurdo a diferença de salário de dois órgãos públicos que fazem os mesmos serviços (PMERJ e PMDF)! Em respeito ao que determina a nossa Carta Magna, promulgada em 1988, um Soldado da PMERJ não deveria ganhar menos de R$ 7.190,98. Esse deveria ser o piso da categoria em todo o país! As famílias dos Policiais Militares do RJ estão passando necessidades, o que é inaceitável, pois eles prestam um serviço público essencial.

    O salário do Policial Militar do Estado do Rio de Janeiro é uma ofensa à Constituição Federal de 1988, uma verdadeira afronta ao Inciso IV do Artigo 7° da nossa Carta Magna, lembrando que GRATIFICAÇÃO NÃO É SALÁRIO!! Os soldos de Cabos e Soldados da PMERJ estão abaixo do salário mínimo, o que é inadmissível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeitas as suas colocações. Concordo plenamente!

      Excluir