quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

TJ não aceita denúncia contra oficiais por maus tratos no Cfap

Há mais de um ano, recruta teve morte cerebral durante sessão de treinamento na unidade 


 O Tribunal de Justiça decidiu, nesta quarta-feira, não aceitar a denúncia do Ministério Público contra oito oficiais pela morte do recruta Paulo Aparecido Santos de Lima, 27 anos, que não resistiu a uma sessão de treinamento no Centro de Formação e Aprimoramento de Praças (Cfap) em novembro do ano passado. Na ocasião, Paulo teve morte cerebral após ter sido vítima de um suposto trote na unidade. 
Foram denunciados por maus tratos e lesão corporal os capitães Sérgio Batista Viana Filho, Renato Martins Leal da Silva, Diego Luciano de Almeida e os tenentes Slan Guimarães Procópio, Gerson Ribeiro Castelo Branco, Felipe Caetano de Aguiar, Paulo Honésimo Cardoso da Silva e Jean Carlos Silveira de Souza. O MP considerou que os oficiais cometeram os crimes militares contra os 482 alunos da turma de Paulo. As penas podem chegar a até dois mil anos de prisão. Recruta chegou desmaiado: ele morreu após 12 dias internado 
Na decisão da juíza Ana Paula Monte Figueiredo, consta que 'os bravos praças são expostos a situações que se assemelham a cenas de guerra, em enfrentamento direto com bandidos fortemente armados com fuzis, os quais normalmente nada têm a perder. Isso sem contar as condições a que serão expostos baseados em comunidades dominadas por traficantes, muitas vezes sendo hostilizados pela própria população a que estão incumbidos de proteger. Para quem trabalha nessas condições, é óbvio que seu treinamento físico e psicológico deve ser rigoroso, austero, a fim de preparar minimamente os policiais militares para parte das condições adversas que enfrentarão no exercício'. Paulo foi internado no dia 12 de novembro de 2013 em estado grave com queimaduras nas mãos e nádegas, além de insolação aguda. Os quatro oficiais responsáveis pela turma foram substituídos, de acordo com a Polícia Militar. Segundo denúncias de praças, o trote no Cfap teria se prolongado. Os oficiais teriam dado cinco minutos para alunos beberem água em seis bicas e almoçar, o que levou parte da turma a passar mal. Uma dezena dos soldados, então, teria sido obrigada a ficar sentada no asfalto e fazer flexões.
Na ocasião, o presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM do Rio, Wanderley Ribeiro, classificou o episódio como ‘atos de tortura’. Segundo denúncias em redes sociais, o aspirante da 5ª Companhia Alfa teria sido obrigado por quatro oficiais a se sentar por certo tempo no asfalto, apoiado pelas mãos, por volta do meio-dia, quando a sensação térmica era de 48º C. Outros colegas dele sofreram choques térmicos, pois os oficiais teriam jogado água gelada neles, mesmo suados, sob o sol forte. 

20 comentários:

  1. É realmente eles tem preparo para GUERRA, quando esses militares treinados para fazerem covardia com os próprios irmãos,executaram COVARDEMENTE a juíza,Patrícia Accioli,o pensamento não foi esse,digníssima juíza!

    ResponderExcluir
  2. QUANDO O PM TRATA O BANDIDO COM TRUCULENCIA, VEM UM MONTE DE ENGRAFATADOS DIZER, QUE O PM NÃO TEM PREPARO PARA ATENDER O SIDADÃO, E QUE PRECISA TESPEITAR OS DIREITOS HUMANOS, TEMOS UMA JUSTIÇA, QUE DISCRIMINA OS PMs, E PRIVILEGIA OS MARGINAIS, NESSE PAÍS SOMOS SUB CIDADÃOS, SOMOS OBRIGADOS A IR EM DEPOIMENTOS, PERDEMOS NOSSA FOLGA, EM QUANTO OS OUTROS FALTAM E NÃO DÁ EM NADA, NÓS QUANDO CHEGAMOS UM MINUTO ATRASADOS, TEMOS A NOSSA LIBERDADE SERCIADA POR QUE OS JUÍZES DESSE PAÍS, APROVEITAM DO NOSSO REGULAMENTO E NOS MASSACRA, E VEMOS UM JULGAMENTO DESSE EM QUE UM SER HUMANO, É TORTURADO, E MORRE SEM TER FEITO MAL À NINGUÉM, E FICA POR ISSO MESMO, EM QUANTO BANDIDOS POEM TODOS OS DIAS POLICIAIS, QUE TRABALHAM EM PROU DA SOCIEDADE NA PRISÃO, ISSO É O BRASIL UM VAGABUMDO CHAMADO AMARIODO, PRENDEU MAIS DE VINTE POLICIAIS, SEM QUE TIVESSE UM DÉCIMO DAS EVIDENCIAS, QUE TEM NESSE CASO. QUE BOSTA DE JUSTIÇA E ESSA?

    ResponderExcluir
  3. Caramba, está ficando cada vez pior, agora nem com o TJ podemos contar, o que será de nós no futuro?

    ResponderExcluir
  4. QUER DIZER QUE MORRER PODE? QUE TREINAMENTO É ESTE? QUEM EM SÃ CONSCIÊNCIA VAI DEIXAR FILHOS IR PARA A PM SE SEGUNDA A MAGISTRADA O TREINAMENTO É VALIDO INCLUINDO A MORTE POR MAUS TRATOS, QUANTA HIPOCRISIA

    ResponderExcluir
  5. So tem um jeito. Desmilitarizaçao

    ResponderExcluir
  6. Oba muito bom isso me dá legalidade para fazer a mesma coisa com o cidadao e com o vagabundo.

    ResponderExcluir
  7. Onde vamos para com tudo isso que está acontecendo gente, inversão de valores, o que estão esperando para caírem na real e verem que o que causa o mal a sociedade são os bandidos, os criminosos, que os policiais são os amigos das pessoas de bem, da sociedade e porque transformarem os policiais em monstros perante a sociedade. Não podemos criminalizar a tropa por atitudes isoladas que acontecem também em todas as classes e órgãos. Direitos humanos para bandidos? Que isso, causam o mal, não estão nem aí pela vida das pessoas, não deveriam nem ter direito a defensores públicos e muito menos direitos. O brasil está criando criminosos e banalizando a vida de pessoas de bem e ainda criminalizando as polícias militares. Onde vamos chegar com isso?

    ResponderExcluir
  8. NO BRASIL A JUSTICA A MUITO TEMPO DEIXOU DE SER JUSTICA!!!!!

    ResponderExcluir
  9. POLICIAL MORTO E TORTURADO JUIZ DIZ: "OS BRAVOS POLICIAIS TEM QUE TÁ PREPARADO PRA ISSO..."

    POLICIAL MATA VAGABUNDO JUIZ E TODO MUNDO DIZ: "COVARDES!"

    ResponderExcluir
  10. Se alguém ai, conseguir ter acesso ao despacho dessa juizinha, por favor, postem!! Quero poder usar esse despacho como argumento de defesa

    ResponderExcluir
  11. NOS PRÓCIMOS RECRUTAMENTOS, IRÃO USAR OS RECRUTAS PARA FAZER TIRO AO AUVO, POIS ASSIM ESTARÃO PREPARADOS PARA SER POLICIAL, NESSA MERDA DE PAÍS.

    ResponderExcluir
  12. Na verdade todos acham que somos pagos para morrer e que se morrermos em serviço não deixamos de fazer com a nossa obrigação. Policial militar não é visto como cidadão e sim como mero objeto público que se substitui facilmente.

    ResponderExcluir
  13. O policial agora terá que ser atingido por PAF durante o curso de formação para se adaptar ao dia a dia do policial militar, é lamentável.

    ResponderExcluir
  14. Mas também, pra quem absolveu o Ném da rocinha vamos esperar o quê né?

    ResponderExcluir
  15. É guerra!!!! O soldado é treinado pra matar, torturar e destruir.... Bom saber o parecer de vossa excelência... Farei igualzinho na rua!!!!

    ResponderExcluir
  16. Alguém esperava algo diferente? o pior é ter que entrar aqui e ler supostos "sub" pedindo que a promoção por tempo coisa que eles mesmos tiraram proveito acabe, ou reclamando que os sgt do concurso não deveriam ir a sub, parem com essa porra, enquanto vocês praças brigam entre si os ofc fazem vocês de capacho literalmente limpam o chão com vocês, parem de fazer questão de merda de "condição" e comecem a brigar por melhorias para todos, deixem de ser idiotas, se melhorar pra um melhora para todo mundo...
    Ass: um ofc qualquer...

    ResponderExcluir
  17. Anônimo12 de dezembro de 2014 09:58
    -CARAMBA MALUCO!
    -VC SIMPLESMENTE ACABA DE COMETER DOIS "ASSASSINATOS""!!
    -ACABOU DE "MATAR A LINGUÁ PORTUGUESA!!!
    -"PRÓCIMOS" e "AUVO"?kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É preocupante o nível da cultura dos praças, pois não procuram estudar um pouco mais antes de escrever. Os SGT e SUB, se forem nomeados para confeccionar um procedimento administrativo, ao término terão que realizar um relatório> Como será a sua redação? Apesar de tudo , geralmente só os do CFS é que são indicados para tais procedimentos. No meu entender deveriam ser todos habilitados para serem nomeados os SGT/SUB , PARA FAZER JUS À GRADUAÇÃO QUE TÊM. TEM.
















      s praças, que não procuram estudar o essencial

      Excluir
    2. É preocupante o nível da cultura dos praças, pois não procuram estudar um pouco mais antes de escrever. Os SGT e SUB, se forem nomeados para confeccionar um procedimento administrativo, ao término terão que realizar um relatório> Como será a sua redação? Apesar de tudo , geralmente só os do CFS é que são indicados para tais procedimentos. No meu entender deveriam ser todos habilitados para serem nomeados os SGT/SUB , PARA FAZER JUS À GRADUAÇÃO QUE TÊM. (Ser nomeados para AVERIGUAÇÃO, ESCRIVÃO DE IPM ). Por que os do CFS são os sacrificados?
















      s praças, que não procuram estudar o essencial

      Excluir
  18. Certo dia um companheiro comparou o policial militar com uma prostituta, fiquei indignado e chateado, porém após uma breve reflexão percebi que ele estava ERRADO, as prostitutas após o serviço e estarem fudidas, pelo menos recebem alguma recompensa por isso, já nós policiais militares nem isso, nem dignidade podemos mais almejar, vivemos endividados, longe da família, nossos filhos nos têm como meros conhecidos pois nos momentos em que todos têm os pais junto o deles está sempre trabalhando, e de graça, pensem irmãos, está previsto o concurso para GARIS, pelo menos o lixo que eles riram das ruas não voltam mais e quando pediram aumento e benefícios conseguiram em 3 dias.

    ResponderExcluir