segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Traficante Playboy é dado como morto após confronto na Pedreira

MANCHETEONLINE


Apesar da morte não ter sido confirmado pelas autoridades até às 21h20, imagens do suposto bandido morto circulam pela internet.

O traficante Celso Pinheiro Pimenta, conhecido como “Playboy”, teria morrido durante um tiroteio na noite desta segunda-feira (22), na comunidade da Pedreira, em Costa Barros, Zona Norte do Rio. 
Ele é um dos principais criminosos do Rio de Janeiro e liderava a venda de drogas na região. O Disque-Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 20 mil para quem fornecesse informações que levassem à Playboy. 
Apesar dar morte não ter sido confirmado pelas autoridades, imagens do suposto bandido morto circulam pela internet. A morte teria acontecido durante um confronto com homens da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil. Os agentes realizavam uma operação na comunidade para prender o traficante que estava foragido da Justiça.De acordo com o assistente da Core, Fabrício Oliveira, as equipes encontraram diversos pontos de resistência. Os marginais tentaram derrubar o helicóptero da polícia. Explosivos, carregadores e munição, em quantidade não contabilizada, foram apreendidos na operação. Em ação simultânea, manifestantes botaram fogo em um ônibus da região e a Avenida Pastor Martin Luther King foi bloqueada pelo grupo e liberada por agentes do 41º BPM (Irajá). Por medida de segurança, a estação de metrô Engenheiro Rubens Paiva, na Pavuna, ficou fechada por cerca de 40 minutos e não afetou a circulação das composições. Já homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) ocupam o Complexo do Chapadão, que fica localizado nas proximidades da Pedreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário