quarta-feira, 22 de abril de 2015

Após 9 meses de internação, Justiça extingue pena e solta menor que matou policial


Em 3 de junho de 2013, o policial civil Luiz Cláudio Fonseca Perrota levava a esposa, grávida de três meses, para o trabalho quando seu carro, um Peugeot 207, foi interceptado por um Fox no bairro de Marechal Hermes, no subúrbio carioca. A reação instintiva teve um desfecho trágico e o inspetor de 50 anos morreu com um tiro na boca. Perrota engrossou uma estatística alarmante: a de policiais mortos em tentativas de assalto no Rio de Janeiro - somente neste mês, oito foram executados lutando pela própria vida. Um dos assassinos do inspetor foi preso 24 horas mais tarde. Roberto Alves dos Santos, o Bigu, tinha 29 anos e uma ficha com anotações de homicídio, tráfico, ameaça e porte ilegal de armas. Mesmo assim, nove dias antes do crime ele conseguiu um dos muitos benefícios da lei e foi colocado em liberdade. O menor que o acompanhava, porém, escapou. Até ser apreendido em julho do ano passado. Condenado a cumprir medida socioeducativa, R. J. A., de 17 anos, passou menos de nove meses dentro do Educandário Santo Expedito, em Bangu (RJ). No último dia 13, durante o mutirão judicial para reavaliar menores infratores que superlotam a unidade, o adolescente também ganhou outro benefício da lei, este bem mais significante: sua pena pelo assassinato do policial foi extinta e, assim, R. saiu pela porta da frente. CONTINUE LENDO VEJA

6 comentários:

  1. Vivemos numa sociedade onde os valores estão totalmente invertidos.
    Meliantes como esses do caso, estão protegidos por governos nojentos e comunistas. Estão também resguardados pela população que acoita e apoia essa vagabundagem no Rio de Janeiro e nas grandes Capitais do Brasil.

    Fica aqui meus sentimentos ao caso !

    ResponderExcluir
  2. Culpa do Sírio e do Frouxo ... dois lixos que defendem bandidos e andam com inúmeros seguranças em seus carros blindados ... A justiça de Deus não falhará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já falhou e vai continuar falhando, quem tem que fazer alguma coisa somos nós, e ficar sentado esperando um "raio fulminante" não vai levar a lugar algum, mas o ser humano é assim "reza" por melhoras até ver seu vizinho melhorando e ele ficando para trás, e reza por justiça enquanto as desgraças só acontecem no vizinho porque quando é com ele logo ele vira justiceiro, quando o povo acordar e ver que para cada policial morto mais força é atribuída aos vagabundos e automaticamente a sociedade perde, isso nunca vai acabar, policial tem que parar de querer ser herói e se preocupar apenas com seus colegas de farda e sua familia o resto que abraça vagabundo que apodreça no inferno junto com eles...

      Excluir
  3. Se tivesse matado essa peste não estaria nessa estatística e nem apodrecendo embaixo da terra, essa é a realidade e ponto.

    ResponderExcluir
  4. Anarquista Revoltado23 de abril de 2015 09:00

    Vemos claramente o retrato de uma nação decadente totalmente entregue a própria sorte, onde o exemplo vem de cima, temos uma Presidente com uma ficha criminal extensa, o Judiciário que se sente Onipotente, o Governador arrolado na fraude da Petrobrás, e os mesmos afirmam que se trata de uma armação da oposição para desestabilizar o Governo. Então como se explica o enriquecimento ilícito estratosférico dos políticos, não precisa ser um "expert", porque qualquer semi-analfabeto sabe a origem disso tudo, e preço que se paga pela corrupção. O dinheiro que deveria ser investido na Saúde. Educação e Segurança, para vivermos em uma sociedade mais digna para todos, é desviado por esses criminosos que praticam essas ações com a certeza da impunidade. Somos um país rico, riquezas naturais incalculáveis ,infelizmente o nosso problema ao qual se enquadra a maioria da população é não ter Dignidade Moral, para acabar com o velho e conhecido jeitinho brasileiro de resolver os problemas, esse câncer da corrupção tem que ser extirpado da sociedade definitivamente.

    ResponderExcluir
  5. ESTE RJ ESTÁ CHEIOS DE MATADORES DE POLICIAIS, FORAM MAIS SOLTOS AINDA. PELO QUE VEMOS AS AUTORIDADES QUEREM QUE TODOS OS POLICIAIS SEJAM MORTOS. QUEREMOS SÓ VER ONDE NÓS VAMOS PARAR COM TANTA MORTES DE POLICIAIS.

    ResponderExcluir