quarta-feira, 1 de abril de 2015

"Ou pacificação dá certo ou vamos todos para o buraco"

Ex-chefe das Unidades de Polícia Pacificadora, o Relações Públicas da PM, Coronel Frederico Caldas, foi incisivo esta manhã sobre a política de pacificação do Estado: “Não se pode torcer contra. Tem que dar certo ou vamos todos, sociedade e polícia, para o buraco”, disse, durante entrevista coletiva na praia de Ramos no dia em que a PM começa a substituir o exército no Complexo da Maré. “Uma coisa é certa: não vamos recuar”, afirmou Caldas.
 

O coronel afirmou ainda que as próximas UPPs que serão instaladas na Maré vão ter instalações definitivas e não mais os contêineres provisórios usados até hoje. “Percebemos uma vulnerabilidade dos policiais e vamos implantar unidades definitivas”, disse. Quando fala de unidades definitivas, Frederico Caldas fala de instalações blindadas e com mais conforto para os policiais. Ano passado algumas unidades no Complexo do Alemão foram atacadas por bandidos com coquetel molotov e tiros de fuzil e chegaram a ser totalmente destruídas.
Outro ponto destacado por Caldas foi o treinamento do policial. Uma vez mais, a PM fez “mea culpa” da atuação dos seus homens. “Os policiais foram treinados para uma situação e essa situação mudou. Precisamos mudar o treinamento”, disse, em referência ao contra-ataque do tráfico e da milícia à ocupação de comunidades por parte da polícia. O próprio Caldas, quando chefiava a UPP, foi vítima de um tiro de raspão durante um ataque na Rocinha. Policiais que já trabalham em UPPs estão passando por novos treinamentos para atuar em comunidades pacificadas.
A partir desta quarta-feira os policiais vão ocupar parte do bairro de Ramos e da comunidade Roquete Pinto (ambos dominados pela milícia). “São 177 policiais que estão sendo treinados para as futuras UPPs nessas comunidades”, explicou Frederico Caldas. Dentro de 30 dias a PM entra no Parque União, Rubens Vaz, Nova Holanda e Parque Maré, até chegar ao dia 1º de Junho quando o exército deixa definitivamente a Maré.

19 comentários:

  1. AS PACIFICAÇÕES NUNCA DERAM CERTO. FAZEM AS CONTAS QUANTOS POLICIAIS MORRERAM E FORAM BALEADOS DÊS DO INICIO DELA. ONDE MUITOS POLICIAIS MILITARES DO RJ JA FORAM PARAR NO BURACO DE UM CEMITÉRIO. E A VAGABUNDAGEM ESTÃO AI SOLTAS NAS UPPS PRONTAS PARA COLOCAREM MAIS POLICIAIS NO BURACO. SE O SENHOR NÃO EDIFICAR A CASA, EM VÃO TRABALHA OS QUE EDIFICAM; SE O SENHOR NÃO GRUARDAR A CIDADE, EM VÃO VIGIA A SENTINELA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comandantes de UPPs não podem fazer acordo com vagabundos. Fica feio esse tipo de atitude, pois nenhum ato ilícito pode ser tolerado por parte da Polícia, ou seja, todas as atividades criminosas ou contravencionais devem ser combatidas!

      Excluir
  2. CARGA HORÁRIA

    O Bol da PM nº 046, de 11 de Março de 2002, publicou a Resolução da Secretaria de Estado de Segurança Pública nº 510, de 26 de Fevereiro de 2002, que no Artigo 1º determina aos Comandantes, Chefes e Diretores das OPM que adotem todas as medidas necessárias ao fiel cumprimento do disposto no Parágrafo Segundo do Artigo 1º do Decreto nº 25.538, de 25 de agosto de 1999, que fixa a carga horária mínima semanal de trinta horas e máxima semanal de quarenta e quatro horas.

    Portanto, de acordo com o disposto no Parágrafo Segundo do Artigo 1º do Decreto nº 25.538, de 25 de agosto de 1999, bem como na Resolução SESP n.º 510, de 26 de fevereiro de 2002, a jornada dos policiais militares (todos) deve oscilar entre 30 e 44 horas semanais. O Inciso XIII do Artigo 7º da Constituição Federal de 1988 também fixa a carga horária máxima de quarenta e quatro horas semanais. Concluindo, quem trabalha 24 horas tem que obrigatoriamente folgar 72 horas.

    INSTRUÇÃO NORMATIVA PMERJ/EMG-PM/3 Nº 017 DE 02 DE FEVEREIRO DE 2015 (PUBLICAÇÃO CONTIDA NO ADITAMENTO AO BOLETIM DA POLÍCIA MILITAR N.º 027 - 12 DE FEVEREIRO DE 2015)

    Art. 10 – O efetivo da PMERJ deverá ser empregado de forma que sejam alocados e escalados os policiais militares devidamente capacitados para execução das atividades específicas a serem desempenhadas em conformidade com o planejamento estabelecido, sendo observado o seguinte:

    I. ...
    II. ...
    III. ...
    IV. ...
    V. Deve-se ter em mente que o policial militar será empregado segundo uma escala em que possa render o máximo, tendo, em contrapartida, tempo suficiente para recompor as energias durante a folga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca espere isso da pmerj,nunca vai partir de ningueém da administração ,a não ser que por alguma força maior alguém queira ser o pai da criança,mas enquant a vida ,ha esperança.

      Excluir
  3. Com o advento do RAS, quem trabalha na escala de 24x48 (24 horas de serviço por 48 horas de descanso) realiza 96 horas excedentes e tem direito de receber R$ 1.440,00 (mil, quatrocentos e quarenta reais) pelas horas extras trabalhadas.

    ResponderExcluir
  4. A policia sempre foi assim, sempre TARDIA PARA PERCEBER AS COISAS e coiso paga um preço muito alto, já se perderam varios Policiais PAGARAM COM A PROPRIA VIDA pelo desse que ficam no AR cond. nao e torcendo contra cel , mais enquanto vcs servirem o capricho desses POLITICOS a policia vai ser assim, constroi mais ela mesmo destroi por falta de competencia de algumas pessoas que estao no topo da pirâmede.

    ResponderExcluir
  5. ESSA POLÍTICA DE PROCSCIMIDADE COM COMUNIDADES DOMINADAS PELO TRÁFICO, É TOTALMENTE FADADA AO FRACASSO, POIS A MAIORIA DOS MORADORES TEM ENVOLVIMENTO DIRETO OU INDIRETO COM O TRÁFICO, E OS PMs SÃO UM CORPO ESTRANHO, NA MINHA OPINIÃO, SÓ DARIA SERTO, SE DENTRO DAS COMUINIDADES AS FORÇAS POLICIAIS EMPLANTASSE UMA DITADURA, POIS A MAIORIA DOS MORADORES DE COMUNIDADES, NÃO TEM NENHUMA NOÇÃO DE CIDADANIA, E QUANDO O TRAFICO EXISTE, DE CERTA FORMA IMPÕE A ORDEM, E DESSA FORMA MANTEM OS MORADORES SOB CONTROLE, E QUANDO A PM ASUME, NÃO TEM MAIS O PODER DE COAGIR E O JOGO INVERTE, E O PM PASSA A SER A VÍTIMA, E PARA OS MORADORES QUE CONVIVEM COM A IDÉIA DE QUE A PM É INIMIGA, TORNA O SERVIÇO DENTYRO DESSAS COMUNIDADES PRATICAMENTE IMPOSSIVEL POIS TRABALHA EM UM CLIMA TOTALMENTE HOSTIL, E PARA QUEM COMANDA E PARA A IMPRENÇA É MUITO FÁCIL JULGAR, POIS NÃO VIVENCIAM ESSA REALIDADE E POR ISSO NÃO PODEMOS ACEITAR QUE ISSO CONTINUE OU VEREMOS MAIS E MAIS POLICIAIS E MORADORES MORREREM POR NADA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moro em comunidade e, nada tenho haver com os traficantes ou tráfico de drogas infeliz a sua colocação.

      Excluir
    2. VOCÊ É UMA EXCEÇÃO.

      Excluir
    3. E DETALHE MUITOS NAO PAGAM AGUA,LUZ E TELEFONE,MUITA GENTE PENSA QUE SAO TOTALMENTE POBRES,VAI PENSANDO, ISTO TUDO SOMADO CHEGA A30,00 REAIS E EU PAGANDO 380,OO REAIS E LUZ AS VEZES SEM USAR MUITO EU QUERO DIZER MUITO MESMO,ATE O IMPOSTO DE RENDA NAO EXISTE POR LA,DESCULPAME EU QUERIA MORAR NA FAVELA MEU SALARIO IA MELHORAR E MUITO,LA TEM GENTE DE CASA VELHA POR FORA E POR DENTRO E BEM BONITA,AR LIGADO O DIA TODO,E EU USANDO SO QUANDO NAO TEM JEITO PRA DORMIR,INVERSAO DE VALORES,ASSIM E MOLE.TO FERRADO.

      Excluir
    4. Muitos são exceções, e vc acha que muitos policias, e bombeiros moram onde?

      Excluir
    5. Então todo favelado é culpado por tudo de ruim que acontece, pago luz, telefone, sky faculdade colégio de filho, não vamos generalizar, varios policiais moram em favelas e são honestos.

      Excluir
    6. LEIA NOVAMENTE O COMENTÁRIO, POIS NÃO GENERALIZEI, VOCÊ É QUE SE ANTECIPA PARA SE DEFENDER, PARECE ATÉ QUE TEM CULPA NO CARTÓRIO. E ALEM DO MAS O PM E O BM, SENDO MILITAR JÁ É SUBMETIDO A UM REGULAMENTO QUE OS OUTROS NÃO SÃO, E POR ISSO JAMÁS IRÃO SE REBELAR CONTRA O ESTADO, MAS OS FAVELADOS, QUE NÃO SEGUEM NENHUM REGULAMENTO, E NEM TEM EDUCAÇÃO NÃO RESPEITAM QUALQUER AUTORIDADE, SÓ RESPEITAM OS BANDIDOS POR QUE SABEM QUE DO CONTRÁRIO SERÃO TORTURADOS E MORTOS. E VOÇÊ QUE MORA EM FAVELA SABE MUITO BEM DISSO, E QUANDO O BANDIDO SAI DANDO TIRO A ESMO, NINGUÉM FALA NADA E O BANDIDO DECIDE QUEM VIVE E QUEM MORRE E MESMO ASSIM OS FAVELADOS SÃO CONTRA A POLICIA, E A FAVOR DOS BANDIDOS. AGORA QUEREM POR A CULPA DE TUDO NA PM, CAMBADA DE HIPÓCRITAS.

      Excluir
  6. A fala do Beltrame foi a melhor "alguns sacrifícios foram necessários..." no caso da vida de policiais e inocentes que morrem neste projeto louco.

    ResponderExcluir
  7. E enquanto o sr.Luís Fernando Pezão for governador e o enrolation beltrame for secretário dr segurança também estaremos indo pro fundo do poço... Por favor meu povo, não vamos torcer por isso.kkk, o Serginho malandro Cabral acabou com o RJ e ninguém entendeu, precisa desenhar ?

    ResponderExcluir
  8. s o c o r r o
    a quem possa............... INTERESSAR
    E A CORPORAÇÃO CONTINUA LADEIRA ABAIXO, constatei atraves de pesquisa junto ao bol pm e bdr pm o NUMERO SIGNIFICATIVO DE baixas em seu efetivo atraves de : reserva remunerada - exclusão e licenciamento ex oficio - falecimento - licenciamento a pedido - demissão ex oficio enfim.....
    em janeiro foram 99 PPMM
    em fevereiro .....150 PPMM
    EM MARÇO ... 160 PPMM SOMATÓRIO EM TRES MESES ,OU SEJA EM 90 DIAS - 409 - QUATROCENTOS E NOVE POLICIAIS MILITARES A MENOS , PORTANTO , a formatura dos 392 PPMM SIMPLESMENTE FOI PELO RALO. ATÉ QUANDO?

    ResponderExcluir
  9. CORONEL SE O SENHOR NAO TIVER AJUDA,DOS JUIZES,PROMOTORES,DEFESORIA E DO MP,IRA SOFRE MUITO,TUDO QUE E TIRO FOI A PMERJ, AJMER ESTAO ESPERANDO VOCES.QUE DEUS OA AJUDE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. QUEM SOFRE É O PRAÇA, OS CORONÉIS ESTÃO SE LIXANDO.

      Excluir
  10. AÍ SEUS BABACAS CONTINUEM FAZENDO GRAÇA PRA COMANDO ,AGORA NO CASO DO MENINO DO ALEMÃO QUERER COLOCAR NA CONTA DA PM MAIS UMA VEZ,E O SAFADO DO WAGNER MONTES AO VIVO NA TV APOIANDO AQUELE DELEGADO SAFADO RIVALDO BARBOSA ,QUE SÓ QUER APARECER EM CASO ENVOLVENDO PM,E TEM POLICIAL QUE VOTA NESSE BABACA.

    ResponderExcluir