domingo, 27 de setembro de 2015

Agentes do Degase são cercados por adolescentes durante tumulto em unidade de semiliberdade

Um caos total”, assim os agentes do Departamento Geral de Ações Socioeducativas, o Degase, descrevem o dia a dia de trabalho. Se nas praias e nas ruas, menores infratores esfaqueiam cidadãos e promovem arrastões nas prais e ônibus, dentro das unidades não é diferente.

Responsáveis pela segurança da unidade e pela intervenção nos conflitos, os Agentes Socioeducativos são ameaçados, agredidos e perseguidos dentro e fora das unidades.

Por volta das 18:20 dessa quarta feira, após o jantar os jovens que cumprem medida de na unidade de semiliberdade de Duque de Caxias promoveram quebra-quebra e tentaram agredir os agentes da unidade.

Nas imagens do circuito de monitoramento interno, é possível ver um grupo de infratores cercando três agentes, que tentam acalmar os ânimos. É possível ver o momento em que os jovens cercam os funcionários que são obrigados a recuar.

Os infratores quebraram a mesa de ping-pong da unidade e usaram os pés da mesa como bastão para agredir os funcionários.

Depois que os agentes conseguiram se livrar do cerco e se proteger, cinco adolescentes rebelados abriram o portão principal da unidade e correram, passando a ser considerados como foragidos, ao descumprir a medida socioeducativa imposta pelo Poder Judiciário. Na fuga roubaram o telefone celular de um dos agentes.

Rio Crime // Agentes são cercados por adolescentes – vídeo

2 comentários:

  1. Em nome dos primeiros colocados no Concurso da PMERJ 2014, viemos através deste, buscar informações sobre o nosso certame, tendo em vista que já se passaram mais de 1 (um) ano da realização da nossa prova, um concurso com muita polêmica, com uma banca que não nos mantém a par de nada do que irá acontecer, não temos um cronograma, vivemos sofrendo com as mentiras disponibilizadas no site da banca, que marca e desmarca os exames o tempo todo, nas duas últimas semanas iniciaremos em duas semanas distintas os exames médicos, no início da semana, e como de praxe a banca ou a PMERJ desmarcou os exames na sexta-feira que começariam na segunda, lembramos que muitos candidatos que moram no interior e em outros estados foram prejudicados, pois já haviam comprados as passagens e acabaram perdendo, pois só foram avisados no último minuto, e em duas vezes seguida, é muito descaso. A PMERJ exige tanta postura dos seus subordinados e compactua com tanta mentira e pouco caso, muitos candidatos acreditando que seriam chamados rapidamente largaram seus trabalhos para se dedicarem ao concurso e hoje muitos estão em dificuldades financeiras. Desse modo pedimos aos representantes da PMERJ e da banca Exatus que se posicionem e nos dê uma posição concreta, algo em que possamos acreditar, pois já estamos cansados de mentiras e de sermos enganados, o mínimo que esperávamos era um cronograma e o cumprimento do mesmo, mas ficamos a mercê do descasos de quem organiza esse concurso.

    ResponderExcluir
  2. Está provado que os adolescentes não podem ter liberdade!

    ResponderExcluir