segunda-feira, 30 de novembro de 2015

LUTO: PM é morto durante troca de tiros no Jacarezinho


O policial militar Rodrigo Ribeiro Pinto, de 34 anos, foi baleado durante um tiroteio na comunidade do Jacarezinho, zona norte do Rio, na tarde desta segunda (30). De acordo com a UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da região policiais faziam um patrulhamento na localidade conhecida como Talibã quando bandidos armados atiraram contra ele.

O soldado foi socorrido no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, zona norte do Rio, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Moradores da região disseram que houve tiroteio desde o início da tarde. Na noite desta segunda, o policiamento foi reforçado na comunidade pelo Grupamento de Intervenções Táticas das UPPs, por outras unidades da região e pelo 3º BPM (Méier).

Os agentes também realizaram buscas pelos suspeitos na região. O policial militar morto estava na corporação desde 2013, era solteiro e não tinha filhos.

12 comentários:

  1. Toda sociedade está de luto, seja porque PMs decentes e honrados morrem, seja porque pessoas inocentes morrem nas mãos de PMs despreparados e carniceiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não são os PMs que são despreparados, a sociedade é que é despreparada!

      Excluir
    2. Todos os dois têm problemas. Mas a sociedade não pode andar de carro e comemorar seu primeiro salário com carteira assinada, segurar um macaco, segurar um motor de carro, uma bíblia, uma furadeira, ser criança e brincar em frente em sua casa, etc... e leva fuzil na cara de uns maluquinhos?

      O que se espera é que depois que essa sociedade entra para uma corporação melhore. Mas estão piorando.
      Meu vizinho mesmo enlouqueceu, foi expulso depois de uns 4 anos, e está melhorando agora que está recebendo apoio de familiares e de uma igreja evangélica.

      Excluir
  2. POLICIAIS MILITARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESTÃO SENDO MORTOS E NINGUÉM SE PRONUNCIA.

    O GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PRECISA TOMAR PROVIDÊNCIAS URGENTEMENTE!!!

    https://www.youtube.com/watch?v=TG_WD3sQwoY

    https://www.youtube.com/watch?v=G-NQfaQ3GqM

    https://www.youtube.com/watch?v=ZTlvzbYRK5U

    ResponderExcluir
  3. POLICIAIS MILITARES ARRISCAM A PRÓPRIA VIDA POR MUITO POUCO

    A Polícia Militar precisa ser valorizada e fortalecida, pois POLICIAIS MILITARES DESMOTIVADOS significa SEGURANÇA PÚBLICA AMEAÇADA. Vale lembrar que o Rio de Janeiro sediará os Jogos Olímpicos de 2016, sendo o reconhecimento pecuniário indispensável, imprescindível para melhorar a qualidade do serviço policial-militar.

    Nas sociedades capitalistas é comum que o valor de um indivíduo seja aferido através do seu poder de compra, e isso tem muito a ver com seus rendimentos – a quantidade de dinheiro que ele consegue adquirir em determinado espaço de tempo. O salário do Policial Militar do Rio de Janeiro é incapaz de atender às suas necessidades vitais básicas (previstas no inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988).

    Não é à toa que, falando de valorização dos policiais brasileiros, sempre se remete à questão salarial como um problema sério, pois além de garantir elementos essenciais para a sobrevivência, “ganhar bem” concede ao profissional um posicionamento social de relevância. Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna.

    A PMERJ pode reclamar bastante dos seus vencimentos, pois são inadequados para as funções exercidas. Os baixos salários desmotivam a tropa e criam desinteresse pela profissão. Um Soldado de Polícia Militar em início de carreira deveria receber vencimentos iniciais de R$ 8.612,50 (oito mil, seiscentos e doze reais e cinquenta centavos) mensais, para uma jornada de trabalho de até 144 horas mensais. A questão salarial impacta diretamente na autoestima dos Policiais e na valorização das Polícias.

    Os baixos salários fazem a PMERJ perder oficiais e praças. O idealismo vai esmorecendo, pois já não encontra-se mais comandantes com "C" maiúsculo, dignos de orgulho de seus comandados e os vencimentos não são suficientes para dar uma vida digna à família. A tropa da PMERJ está desmotivada, insatisfeita e tem VERGONHA DO SALÁRIO! Não há justificativa para os BAIXOS SALÁRIOS.

    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." O Policial Militar precisa ser valorizado como herói! Em contrapartida, a Polícia Militar deveria acabar definitivamente com a Promoção de Praças por Tempo de Serviço! As Promoções devem ser conquistadas mediante aprovação em concursos internos para o CFC, o CFS e o CAS, bem como a conclusão de um Curso de Ensino Superior. Os Policiais Militares que já concluíram o 3º Grau deveriam receber um acréscimo no salário, como é feito na Guarda Municipal do Rio de Janeiro. Quem se qualificou tem que ser premiado. É a única forma de incentivar o estudo, a qualificação.

    ResponderExcluir
  4. Apoiar certas minorias ( traficantes,gays etc ) mobiliza a sociedade hipócrita e favorece a candidatura....
    Mudando de assunto..
    O soldado PMERJ não pode comprar uma Glock.40,pois existe a lei da similaridade, onde se obriga a comprar as péssimas Taurus e/ou Imbel.
    Por doação seria legal um SD PMERJ ter um Glock .40?
    Digo no caso de um Delegado federal que queira doar para este soldado,poderia ser feito legalmente?!
    Obrigado

    ResponderExcluir
  5. Quando morre um Policial em combate, o pessoal das ONGs de “Direitos Humanos” nunca aparece, nem manda mensagens de apoio aos familiares. Passou da hora de o Brasil mudar, passar a valorizar aqueles que colocam-se na linha de tiro dos bandidos para proteger a população, para garantir a ordem e a paz, para fazer cumprir as leis. A quem interessa só detonar a Polícia como instituição? A quem interessa só defender bandidos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem dera todos os policiais garantissem a ordem, a paz e proteger a população. A sociedade não tem digerido bem a morte de gente inocente nas mãos da polícia nos últimos meses.

      Excluir
    2. Anônimo das 17h18min do dia 4 de dezembro, boa noite!

      Há falhas na investigação do caso de Costa Barros. O capitão Daniel, do 41º BPM (Irajá), afirmou que o sargento Márcio Darcy Alves dos Santos relatou ter sido recebido a tiros e que a carga de um caminhão roubado estava sendo saqueada. O major Moisés Pinheiro Sardemberg, do 5º BPM (Pr. da Harmonia), havia pedido ajuda para recuperar o referido caminhão. O tiroteio também foi relatado por outro policial da patrulha. Ele disse que traficantes com fuzis davam cobertura ao saque e que teriam atirado. O policial alegou que o rapaz que viajava no banco do carona do carro dos meninos botou o corpo para fora e atirou.

      Excluir
    3. O Rio de Janeiro está em GUERRA!!!

      Vários Policiais Militares estão morrendo...

      Excluir
    4. Caro anônimo do dia 6 de dezembro de 2015 22:18

      Então a perícia mentiu. O senhor disse que um dos rapazes pôs a cabeça para fora e atirou, porém os peritos não encontraram evidencia disso, não encontraram pólvora no carro bem como nas mãos dos rapazes e outras coisas mais que evidencia que a PM matou pessoas que se quer ofereceram perigo à guarnição.
      Mas não estou me referindo a somente isso. Mas de pessoas que morrem por levar bíblia, macaco de carro, motor de carro. Policiais confundem com arma e matam. Fora as crianças em frente suas casas brincando, enfermeiras inocentes mortas e ainda arrastadas, familiares querem socorrer e ainda são ameaçados com arma na cara, com ar arrogante e debochado.
      PMs de Irajá que fazem loucuras, sequestram pessoas, etc...
      E de dar medo quando a própria polícia junto com o Ministério Público através de investigações e pesquisas apontam que PMs modificam e mentem no boletinho de ocorrência, auto de resistência forjado, kit flagrante, e todos são filmados e não aprendem etc...
      Muitos policiais estão sem fé, não acreditam na Lei da Semeadura, ficam plantando coisas ruins e certamente vão colher coisas ruim também. Depois é transferido para longe, o pagamento e benefícios que atrasam, são mortos, são expulsos e depois ficam perguntando o motivo.
      Mas se o senhor trabalha direitinho, meu muito obrigado, DEUS te abençoe muito. Não tenho nada contra quem é bom.

      Excluir
  6. MAIS UM SOL QUE NASCE NO CEU DO BRASIL.

    ResponderExcluir