segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Marcha até o palácio Guanabara: ESSA CONTA NÃO É NOSSA !

Servidor Público do Estado do Rio de Janeiro, não aceite outros parcelamentos salariais e venha cobrar o pagamento da segunda parcela do 13º salário. Dia 15 de dezembro, às 14 horas nos concentraremos no Largo do Machado para uma marcha em direção ao Palácio Guanabara, queremos ser tratados com RESPEITO! 
Juntos somos fortes e nem um passo daremos atrás, 
Deus está no controle!



6 comentários:

  1. Só porrada. agora ao apagar das luzes a pge faz o tj volar atras quanto ao desconto do fuspom

    ResponderExcluir
  2. POLICIAIS MILITARES ARRISCAM A PRÓPRIA VIDA POR MUITO POUCO

    A Polícia Militar precisa ser valorizada e fortalecida, pois POLICIAIS MILITARES DESMOTIVADOS significa SEGURANÇA PÚBLICA AMEAÇADA. Vale lembrar que o Rio de Janeiro sediará os Jogos Olímpicos de 2016, sendo o reconhecimento pecuniário indispensável, imprescindível para melhorar a qualidade do serviço policial-militar.

    Nas sociedades capitalistas é comum que o valor de um indivíduo seja aferido através do seu poder de compra, e isso tem muito a ver com seus rendimentos – a quantidade de dinheiro que ele consegue adquirir em determinado espaço de tempo. O salário do Policial Militar do Rio de Janeiro é incapaz de atender às suas necessidades vitais básicas (previstas no inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988).

    Não é à toa que, falando de valorização dos policiais brasileiros, sempre se remete à questão salarial como um problema sério, pois além de garantir elementos essenciais para a sobrevivência, “ganhar bem” concede ao profissional um posicionamento social de relevância. Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna.

    A PMERJ pode reclamar bastante dos seus vencimentos, pois são inadequados para as funções exercidas. Os baixos salários desmotivam a tropa e criam desinteresse pela profissão. Um Soldado de Polícia Militar em início de carreira deveria receber vencimentos iniciais de R$ 8.612,50 (oito mil, seiscentos e doze reais e cinquenta centavos) mensais, para uma jornada de trabalho de até 144 horas mensais. A questão salarial impacta diretamente na autoestima dos Policiais e na valorização das Polícias.

    Os baixos salários fazem a PMERJ perder oficiais e praças. O idealismo vai esmorecendo, pois já não encontra-se mais comandantes com "C" maiúsculo, dignos de orgulho de seus comandados e os vencimentos não são suficientes para dar uma vida digna à família. A tropa da PMERJ está desmotivada, insatisfeita e tem VERGONHA DO SALÁRIO! Não há justificativa para os BAIXOS SALÁRIOS.

    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." O Policial Militar precisa ser valorizado como herói! Em contrapartida, a Polícia Militar deveria acabar definitivamente com a Promoção de Praças por Tempo de Serviço! As Promoções devem ser conquistadas mediante aprovação em concursos internos para o CFC, o CFS e o CAS, bem como a conclusão de um Curso de Ensino Superior. Os Policiais Militares que já concluíram o 3º Grau deveriam receber um acréscimo no salário, como é feito na Guarda Municipal do Rio de Janeiro. Quem se qualificou tem que ser premiado. É a única forma de incentivar o estudo, a qualificação.

    ResponderExcluir
  3. O PT está acabando com o Brasil.

    Fora Dilma e Lula nunca mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cunha, PMDB, PSDB mais ainda. Quem governa o Rio ha seculos e o PMDB. Dilma e a menso suja nessa guerra.

      O PSDB e o que deixa a PM mais doida. O PSDB comecou o ano usando a PM para espancar os professores no Sul do pais e terminou o ano espancando professores e alunos em Sao Paulo. Sempre contra a educacao.

      O Governador teve a cara de pau de dizer que nao gosta de PM estudado, pois eles sao insubordinados, ou seja, pensam.

      Excluir
  4. A PACIFICAÇÃO DOS POLICIAIS MILITARES MORTOS E FERIDOS

    Criminosos usam granadas.

    Jogaram uma granada dentro da viatura da Polícia Militar.

    Policiais Militares são feridos.

    Sobrevivem.

    A pacificação está interrompida.

    Não inauguram mais UPPs.

    UPPs que eram a solução segundo o governo e a imprensa.

    A população acreditou.

    Era mentira.

    O governo e a imprensa mentiram para o povo.

    Os políticos focavam na eleição.

    A imprensa nos negócios com o governo.

    A população que se dane.

    É a pacificação do "tiro, porrada e bomba".

    O "tiro, porrada e bomba" que juraram acabar.

    Nova mentira do governo e da imprensa.

    É a pacificação das pistolas, fuzis e granadas.

    A pacificação dos Policiais Militares feridos e mortos.

    A pacificação do governo mentiroso.

    A pacificação da imprensa mentirosa.

    A pacificação dos Oficiais PM cegos, surdos e mudos.

    Jogaram uma granada dentro da viatura da Polícia Militar.

    ResponderExcluir