sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Servidores públicos fazem protesto contra o parcelamento dos salários



Associação Abmerj 

Governador Pezão, não podemos ser responsabilizados pela falta de previsão em cima dos recursos do Estado. Salário de trabalhador é conta básica de qualquer gestão.

Pague logo o nosso SALÁRIO!!!

Dia 08/12 as 14h na ALERJ, novo Ato na ALERJ contra o parcelamento dos salários.

Juntos Somos Fortes.
Nem um passo daremos atrás.
Deus está no controle.

8 comentários:

  1. POLICIAIS MILITARES ARRISCAM A PRÓPRIA VIDA POR MUITO POUCO

    A Polícia Militar precisa ser valorizada e fortalecida, pois POLICIAIS MILITARES DESMOTIVADOS significa SEGURANÇA PÚBLICA AMEAÇADA. Vale lembrar que o Rio de Janeiro sediará os Jogos Olímpicos de 2016, sendo o reconhecimento pecuniário indispensável, imprescindível para melhorar a qualidade do serviço policial-militar.

    Nas sociedades capitalistas é comum que o valor de um indivíduo seja aferido através do seu poder de compra, e isso tem muito a ver com seus rendimentos – a quantidade de dinheiro que ele consegue adquirir em determinado espaço de tempo. O salário do Policial Militar do Rio de Janeiro é incapaz de atender às suas necessidades vitais básicas (previstas no inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988).

    Não é à toa que, falando de valorização dos policiais brasileiros, sempre se remete à questão salarial como um problema sério, pois além de garantir elementos essenciais para a sobrevivência, “ganhar bem” concede ao profissional um posicionamento social de relevância. Todo mundo quer maior qualidade na segurança pública, mas para melhorar a qualidade será imprescindível melhorar a questão salarial, ou seja, valorizar o Policial Militar com uma remuneração digna.

    A PMERJ pode reclamar bastante dos seus vencimentos, pois são inadequados para as funções exercidas. Os baixos salários desmotivam a tropa e criam desinteresse pela profissão. Um Soldado de Polícia Militar em início de carreira deveria receber vencimentos iniciais de R$ 8.612,50 (oito mil, seiscentos e doze reais e cinquenta centavos) mensais, para uma jornada de trabalho de até 144 horas mensais. A questão salarial impacta diretamente na autoestima dos Policiais e na valorização das Polícias.

    Os baixos salários fazem a PMERJ perder oficiais e praças. O idealismo vai esmorecendo, pois já não encontra-se mais comandantes com "C" maiúsculo, dignos de orgulho de seus comandados e os vencimentos não são suficientes para dar uma vida digna à família. A tropa da PMERJ está desmotivada, insatisfeita e tem VERGONHA DO SALÁRIO! Não há justificativa para os BAIXOS SALÁRIOS.

    "QUEM VIVE PARA PROTEGER, MERECE RESPEITO PARA VIVER." O Policial Militar precisa ser valorizado como herói! Em contrapartida, a Polícia Militar deveria acabar definitivamente com a Promoção de Praças por Tempo de Serviço! As Promoções devem ser conquistadas mediante aprovação em concursos internos para o CFC, o CFS e o CAS, bem como a conclusão de um Curso de Ensino Superior. Os Policiais Militares que já concluíram o 3º Grau deveriam receber um acréscimo no salário, como é feito na Guarda Municipal do Rio de Janeiro. Quem se qualificou tem que ser premiado. É a única forma de incentivar o estudo, a qualificação.

    ResponderExcluir
  2. Vocês reclamam e reclamam, mas não mostram a cara.
    Baixam porrada em professores, pessoal da saúde, estudantes e tudo que vêm agrupados.
    Até invadem um Quartel dos Bombeiros (QCG) esculacham e agridem os que ali estavam, bombeiros e familiares.
    Covardes, junto a um Comandante (BM) que na hora foi omisso.
    Nunca vamos esquecer este episódio e "alguns" de vocês com certeza também, covardia...
    Agora estão aí numa guerra sem fim e principalmente desigual.
    Fico triste em ver tantos PMs em tantas situações desagradáveis.
    Ainda vou ver uma Polícia em que poderemos confiar, que seja mais valorizada, que seja mais preparada, que morram menos e que matem menos, esta Polícia pode existir, depende de você(s).
    É amigos vamos lutar, este país tem que melhorar, estamos atolados neste mundo de lama e não é de Mariana(MG).
    Cuidado por onde ela passa, só há desgraça, matança, descaso, palavras somente palavras e desesperança.
    Vamos conter este problema, tentar pelo menos.

    Bombeiro Militar.

    ResponderExcluir
  3. NÓS SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS QUE ESTAMOS PAGANDO TODAS AS DESPESAS GASTAS COM AS OLIMPÍADAS 2016 E COM ISTO É SÓ PREJUÍZO NO BOLSO DO TRABALHADOR.

    ResponderExcluir
  4. Sou totalmente contra Policial Militar fazer "bico" (oficial ou não)! A folga é necessária para o DESCANSO físico e mental de qualquer profissional. O valor pago no RAS e no PROEIS é muito baixo, por se tratar de HORA EXTRA, que vale muito mais do que a hora normal! Eu considero isso um DESRESPEITO à tropa. Um Estado que sediará os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Verão de 2016 não pode pagar tão mal a sua Polícia Militar. Nenhum PM deveria ganhar menos de R$ 8.500,00 (oito mil e quinhentos reais) mensais e a PMERJ deveria exigir o Nível Superior Completo nos Concursos para Soldado e Bacharelado em Direito nos Concursos para o Curso de Formação de Oficiais.

    Os Policiais Militares que trabalham na escala de 24x48 realizam 96 horas excedentes, pois o limite determinado para 30 (trinta) dias é de 144 (cento e quarenta e quatro) horas mensais efetivas de turnos regulares, conforme o Decreto Estadual nº 43.538, de 03 de Abril de 2012. Portanto, eles têm direito de receber R$ 1.440,00 (mil, quatrocentos e quarenta reais) referentes ao RAS.

    ResponderExcluir
  5. OS PMS DO RJ QUEREM SABER QUEM ESTÃO A RMANDO OS TRAFICANTES NAS FAVELAS E NOS MORROS DO RJ E DA ONDE ESTÃO PARTINDO AS VENDAS DE ARMAMENTOS PESADOS PARA ELES QUE OS BANDIDOS ESTÃO UTILIZANDO PARA EXECUTAREM POLICIAIS MILITARES?

    ResponderExcluir
  6. POR QUE A SEGURANÇA PÚBLICA É PÉSSIMA NO BRASIL?

    O Policial não é devidamente valorizado e qualificado no Brasil.

    Como ter uma segurança pública de boa qualidade diante dessa realidade?

    Impossível!

    Vejam o link: http://blogcoronelpaul.blogspot.com.br/2015/12/por-que-seguranca-publica-e-pessima-no.html

    ResponderExcluir
  7. O salário já foi pago...

    ResponderExcluir
  8. A Poliçada tem que se unir mais com os bombas, aí sim dá para alcançar o objetivo, de um salário justo, sem precisar trabalhar na folga, seja em bicos ou RAS,só reclamar não resolve nada.

    ResponderExcluir