domingo, 7 de fevereiro de 2016

Na ALERJ, e em nome da classe policial


Um comentário:

  1. Tomara que ele faça mesmo isso, mas nós também temos que fazer algo a respeito. Não adianta ficarmos de mimimi na internet. Cadê as associações, o papel delas é fazer algo para que tenhamos nossos poucos direitos garantidos. Vamos à luta, pois o estado depende de nós!!! Não somos marionetes, muito menos escravos. Basta!!!!

    ResponderExcluir