segunda-feira, 18 de abril de 2016

Aposentado por invalidez após ser baleado, ex-PM apela à Justiça para receber benefício


José Thadeu Gomes entrou na Polícia Militar do Estado do Rio em 1982 e teve a carreira abreviada em 2002, quando foi baleado durante uma troca de tiros com bandidos, no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Aposentado por invalidez, após ter seguido à risca o lema da corporação — “servir e proteger” —, o sargento hoje se pergunta por que foi tratado com tanto desprestígio pelo governo do estado. Assim como outros cerca de 140 mil servidores inativos, ele só vai receber o salário referente ao mês de março no dia 12 de maio. Até lá, Thadeu convive com um caos financeiro.
— Tenho dois filhos que estudam em escolas particulares, e talvez eu precise trancar as matrículas. Não consegui comprar os livros didáticos da minha filha, e ela passou a sofrer bullying na aula. As contas estão todas atrasadas. Tem dia em que, no café da manhã, só temos um pão na mesa. Não tenho como fazer compras. É um desespero — desabafa.
Mas o PM reformado decidiu não esperar de braços cruzados por uma solução. Ele foi ao Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) e entrou com uma ação contra o estado. Além disso, está estudando uma forma de registrar uma queixa-crime contra o governador na 35ª DP (Campo Grande).
— A decisão do governo fere a Constituição. Além de violar os direitos humanos, ele comete um crime ao reter os salários. Isso não pode continuar assim, impune.
Além de prejudicar as finanças de Thadeu, já que ele precisa arcar com juros e multas das cobranças de energia e telefonia, a decisão do governo também está causando danos psicológicos à família.

4 comentários:

  1. Senhores policiais milirares que tiverem condições favor comparecerem amanhã terça feira na ALERJ às 14h pra pressionarmos aos deputados a aprovarem a PLC 25/16. Nossa esperança p recebermos nossos salários. Grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  2. Imperdível, Caos, Intervenção e Decisão em 2016 - Reflexões de Aline- https://www.youtube.com/watch?v=yK0Wux4IiQM

    ResponderExcluir
  3. Uma única palavra define a situação dos servidores do Estado do Rio de Janeiro reformados por invalidez: D E S R E S P E I T O .

    ResponderExcluir
  4. VAMOS RESGATAR A DIGNIDADE DOS SERVIDORES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO!

    ResponderExcluir