quarta-feira, 6 de abril de 2016

Sindicato decreta estado de greve de policiais civis no Rio

Os policiais civis do Estado do Rio de Janeiro entraram em estado de greve hoje (6) e devem deflagrar uma paralisação a partir de sexta-feira (8). Entre outras reivindicações, segundo o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), os servidores querem a volta do calendário de pagamentos no 1º e 2º dia úteis do mês, reajuste acima da inflação do período, 13º salário integral, regularização do pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS) e da premiação por área de redução de crimes.
Segundo o vice-presidente do Sinpol, Álvaro Luiz do Nascimento, a falta de estrutura das delegacias é outra questão que prejudica o trabalho dos policiais. “Estamos trabalhando atualmente com nossa frota reduzida, sendo que os veículos nem são nossos, mas, sim, alugados de uma empresa. A toda hora falta combustível, temos delegacias que não têm sequer banco para as pessoas sentarem. Até produtos básicos, como papel higiênico, impressoras e água estão em falta. Alguns policiais compram garrafas d’água com seu próprio dinheiro. Como a gente não recebe, até uma simples garrafinha já faz falta no orçamento de cada um”, disse.
Álvaro quer alertar a população que a paralisação não será contra o povo, mas sim algo os policiais foram obrigados a fazer em prol de melhorias para todos. “Essa greve não será contra a população. É um movimento de alerta ao estado para que veja nossa luta. Pedimos, inclusive que, cada cidadão que tiver alguma ocorrência que possa aguardar para ser registrada, que aguarde. Estaremos operando com 30% dos funcionários, como manda a lei, e dando prioridade para situações emergenciais, como homicídios ou sequestros”.
Na próxima segunda-feira (11), haverá uma reunião do sindicato para avaliar uma possível continuidade do movimento grevista. A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro disse, por meio de nota, que a chefia do órgão reconhece a "relevante e nobre" função das representações de classe.
No entanto, a nota da Polícia Civil considerou que a assembleia que definiu a greve tinha apenas sete pessoas, ou seja, um número insuficiente de pessoas para garantir a legitimidade do movimento. O vice-presidente do Sindicato negou que houvesse apenas sete pessoas e, sem precisar um número, disse que havia bastante gente na assembleia.
A Polícia Civil orienta ao cidadão que, em caso de necessidade de registrar uma ocorrência, se dirija a qualquer delegacia do estado ou faça seu registro através do no site do órgão, no endereço https://dedic.pcivil.rj.gov.br/. A Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) também está disponível por meio dos telefones 2334-8823 e 2334-8835.

10 comentários:

  1. Senhor Deus dos desgraçados!
    Dizei-me vós, Senhor Deus!
    Se é loucura… se é verdade
    Tanto horror perante os céus?!
    Ó mar, por que não apagas
    Co'a esponja de tuas vagas
    De teu manto este borrão?…
    Astros! noites! tempestades!
    Rolai das imensidades!
    Varrei os mares, tufão!

    Quem são estes desgraçados
    Que não encontram em vós
    Mais que o rir calmo da turba
    Que excita a fúria do algoz?
    Quem são? Se a estrela se cala,
    Se a vaga à pressa resvala
    Como um cúmplice fugaz,
    Perante a noite confusa…
    Dize-o tu, severa Musa,
    Musa libérrima, audaz!…

    São os filhos do deserto,
    Onde a terra esposa a luz.
    Onde vive em campo aberto
    A tribo dos homens nus…
    São os guerreiros ousados
    Que com os tigres mosqueados
    Combatem na solidão.
    Ontem simples, fortes, bravos.
    Hoje míseros escravos,
    Sem luz, sem ar, sem razão…

    - Castro Alves (1847 - 1871)


    ResponderExcluir
  2. Senhor Deus dos desgraçados!
    Dizei-me vós, Senhor Deus!
    Se é loucura… se é verdade
    Tanto horror perante os céus?!
    Ó mar, por que não apagas
    Co'a esponja de tuas vagas
    De teu manto este borrão?…
    Astros! noites! tempestades!
    Rolai das imensidades!
    Varrei os mares, tufão!

    Quem são estes desgraçados
    Que não encontram em vós
    Mais que o rir calmo da turba
    Que excita a fúria do algoz?
    Quem são? Se a estrela se cala,
    Se a vaga à pressa resvala
    Como um cúmplice fugaz,
    Perante a noite confusa…
    Dize-o tu, severa Musa,
    Musa libérrima, audaz!…

    São os filhos do deserto,
    Onde a terra esposa a luz.
    Onde vive em campo aberto
    A tribo dos homens nus…
    São os guerreiros ousados
    Que com os tigres mosqueados
    Combatem na solidão.
    Ontem simples, fortes, bravos.
    Hoje míseros escravos,
    Sem luz, sem ar, sem razão…

    - Castro Alves (1847 - 1871)


    ResponderExcluir
  3. Com toda sinceridade possível: Vcs tão indignados com o quê? Do que vcs reclamam e estão descontentes?
    Ah! Vão se catar. Na hora do "vamo vê", fazem p... nenhuma...

    ResponderExcluir
  4. Este tipo de greve só atrapalha aqueles q precisam ir até DP , as autoridades não estão nem aí p isso! que fazer de verdade para tudo , DP fechada assim terão visibilidade , agora tem que ter peito.....tem?

    ResponderExcluir
  5. Caramba, e agora! A PC em greve!
    Será que vai aumentar o índice de criminalidade?

    ResponderExcluir
  6. A Presidente Dilma deve deixar hoje o cargo.
    As justificativas são evidentes: ela governou muito mal e trouxe prejuízos imensuráveis para o país.
    Fatos, esses chatos!
    Diante dessas verdades, a cada dia que Dilma permanecer no poder, ela continuará governando muito mal e aumentando os prejuízos para o Brasil e para o povo brasileiro.
    Isso precisa ser estancado com urgência.
    O ideal é a renúncia com seus efeitos imediatos.
    Como ela não é estadista, não pensa no país e no povo, ele não deverá renunciar, portanto, só nos resta o impeachment.
    Se o impeachment não for aprovado, o país e o povo sofrerão muito mais.
    A manutenção dela na presidência é o verdadeiro golpe, um golpe contra o futuro do povo brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Dilma Rousseff e o Lula estão acabando com o Brasil!

      Excluir
  7. Impeachment do Pezão já!!!

    ResponderExcluir
  8. Quando Garotinho se torna a solução para o Estado, é ai que percebemos que somos uma criança em nossas escolhas, quando falamos de política!
    Pobres servidores Públicos do RJ!

    ResponderExcluir